Calibração do Modelo de Superfície SiB2 para Simulação de Fluxos de CO2 sobre Cultura de Soja em Cruz Alta/RS (Calibration of SiB2 for Simulation of CO2 Fluxes above Soybeans Cultivation in Cruz Alta/RS)

Luciana da Silva Mieres, Rita de Cássia Marques Alves, Claudineia Brasil Saldanha, Débora Regina Roberti

Resumo


Esta pesquisa buscou avaliar o comportamento dos fluxos de CO2 simulados pelo modelo de superfície SiB2, a partir da calibração de alguns parâmetros do modelo. O estudo foi desenvolvido em um sítio experimental de soja localizado em Cruz Alta no Rio Grande do sul. A validação dos resultados obtidos compreendeu a análise estatística dos fluxos simulados em comparação com os dados observados (obtidos pela torre micrometeorológica), a partir da calibração dos seguintes parâmetros: altura da base do dossel (Z1), altura do dossel (Z2), fração de cobertura vegetal (V), distribuição do ângulo foliar (XL), reflectância da folha viva no visível (αv,l), porosidade do solo (θs), profundidade individual das camadas (zdepth), expoente de umidade (bee), índice de área foliar (IAF), condutância estomática mínima (B) e temperatura crítica para a respiração foliar (trdm). No que tange o processo de calibração, verificou-se que este resultou em um melhor ajuste do fluxo de CO2 simulado, quando comparado ao obtido experimentalmente. A B S T R A C T This research evaluated the behavior of the simulated CO2 fluxes by the surface model SiB2, from the calibration of some parameters of the model. The study was developed in an experimental site of soybean located in Cruz Alta, Rio Grande do Sul. The validation of the results embraced the statistical analysis of the simulated fluxes in comparison to observed data (obtained by micrometeorological tower), from the calibration of the following parameters: canopy base height (Z1), canopy top height (Z2), vegetation cover fraction (V), leaf angle distribution (XL), live leaf reflectance in the visible (αv,l), soil porosity (θs), depth soil moisture layer (zdepth), soil wetness expoent (bee), leaf area index (IAF), minimum stomatal condutance (B) and critical temperature for leaf respiration (trdm). In regard to the process of calibration, was found that this one resulted in a better adjustment of the simulated CO2 fluxes than that one experimentally obtained.

Palavras-chave


calibração, SiB2, , CO2 e soja.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v6.4.p805-822



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License