Estabilidade de Agregados em Diferentes Sistemas de Uso e Manejo no Município de Reserva-PR (Aggregate Stability Different Systems Use and Management in Reserva City, Paraná State, Brazil)

Adalberto Alves Pereira, Edivaldo Lopes Thomaz

Resumo


Este trabalho objetiva avaliar a estabilidade de agregados em áreas com diferentes sistemas de uso e manejo do solo no município de Reserva-Pr, sendo: três áreas cultivadas com feijão preto (F1, F2, F3), uma área de pastagem (Pt) e uma área de floresta (Ft). Os parâmetros avaliados foram: o diâmetro médio ponderado (DMP), o diâmetro médio geométrico (DMG), o índice de estabilidade de agregados (IEA), além destes avaliou-se também o teor de matéria orgânica das áreas para verificar sua correlação com a estabilidade de agregados. A relação entre o teor de matéria orgânica e o DMP foi significativo e igual ou superior a 70% nas áreas F2, F3, Pt e Ft, apenas a área F1 não apresentou correlação entre estes parâmetros. A área Ft apresentou os maiores índices de DMP nas três camadas avaliadas. Na camada superficial as áreas F2 e Pt apresentaram valores superiores a 2 mm, demonstrando a predominância de agregados grandes nestas áreas. O índice de estabilidade de agregados (IEA) foi maior na área Pt nas camadas de 0-5 e 5-15 cm. Na camada de 15-30 cm as áreas Pt, Ft e F1 apresentaram valores semelhantes e superiores as áreas F2 e F3. Os índices de estabilidade de agregados foram elevados nas áreas F2, Ft e Pt. A área Pt apresentou maior correlação do valores de DMP e IEA com os teores de matéria orgânica, a área F1 não apresentou correlação entre os parâmetros avaliados.

Palavras-chave


diâmetro médio ponderado; matéria orgânica; exsudatos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.2.p378-387



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License