Mudanças do Uso e Ocupação do Solo e Degradação Eco-Ambiental Usando Imagens Orbitais: O Estudo de Caso da Bacia do Rio Bacanga, São Luís (MA) (Land Use/Cover Change and Environmental Degradation Based on Orbital Images: A Case Study of Bacanga River...)

Janilci Serra Silva, Richarde Marques da Silva, Alexandro Medeiros Silva

Resumo


As mudanças no uso e ocupação do solo, provocadas pelas ações antrópicas, têm provocado grandes alterações nas paisagens. Esses impactos podem ser estudados pelo monitoramento eco-ambiental utilizando-se informações espaço-temporais das modificações ocorridas na paisagem. Este artigo analisa as mudanças do uso e ocupação do solo e a degradação eco-ambiental na Bacia do Bacanga, com base em índices de vegetação  entre os anos de 1990 a 2014. Neste estudo foram utilizadas duas cenas, uma satélite TM/Landsat 5 e outra do OLI/Landsat 8, para os dias 9 de setembro de 1990 e 2 de setembro de 2014, respectivamente. O processamento das imagens foi desenvolvido através do software ArcGIS 10.1. Para isto foram utilizados mapas e histogramas para auxiliar na interpretação das informações apresentadas. Os resultados mostraram que os maiores valores de NDVI e SAVI  ocorrem na porção central da bacia. A presença das construções civis aumentaram as áreas com baixos valores de NDVI por conta da retirada da cobertura da vegetação nativa. Ao longo dos 24 anos decorridos de 1990 a 2014, a supressão de áreas verdes na bacia e sua substituição por estruturas urbanas como asfalto e concreto, resultaram na maior degradação eco-ambiental, resultando no crescimento urbano e das classes vegetação arbustiva/arbórea, Solo exposto e na diminuição das classes vegetação rasteira/arbustiva e água.

 

 

A B S T R A C T

The changes in the land use and cover, caused by human actions, have created major impacts on the landscapes. These impacts can be studied by monitoring the eco-environmental using spatial and temporal information of the changes occurring in the landscape. This paper analyze the land use and cover changes and eco-environmental degradation in Bacanga River basin using vegetation indexes (NDVI, SAVI and IAF) between 1990 and 2014. In this study two scenes, one of TM/Landsat 5 and other OLI/Landsat 8 of September 9 1990 and September 2 2014 were used. The image processing was developed through the software ArcGis 10.1. For this purpose, maps and histograms to assist in the interpretation of the information presented were generated. The results showed that the highest values o NDVI, SAVI and IAF occur in the central portion of basin. The presence of civilian buildings increased the areas with low NDVI values because of the withdrawal of the coverage of native vegetation. During the 24 years which have passed 1990-2014, suppression of green areas in the basin and its replacement by urban structures such as concrete and asphalt, resulted in improved eco-environmental degradation, resulting in the urban growth and the class shrubland, beyond of decreasing the classes rangebrush and water

Keywords: GIS, urban growth, vegetation indexes.

 


Palavras-chave


SIG, expansão urbana, índices de vegetação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.1.p265-279



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License