Influência do aumento do CO2 no crescimento inicial e nas trocas gasosas do meloeiro amarelo (Effect of elevated CO2 on initial growth and gas exchange of yellow melon)

Laíse Ferreira de Araújo, Nadja Paula dos Santos Oliveira, Rodrigo Moura e Silva, Marlos Alves Bezerra, Francislene Angelotti

Resumo


Os debates sobre mudanças climáticas globais têm apresentado interesse tanto da comunidade científica como da população. Estudos apontam que até o final de 2050 a concentração de CO2 passará dos atuais 384 ppm para 550 ppm. Diante desse cenário, o comportamento produtivo das plantas poderá ser alterado. Este trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento inicial e as trocas gasosas de plantas de meloeiro sob alta concentração de CO2. O experimento foi realizado na Embrapa Semiárido (Petrolina – PE). Foram utilizadas estufas de topo aberto para cultivo das plantas e aplicação dos tratamentos: 1- Estufa com plástico lateral mais adição de CO2 (550 ppm); 2- Estufa com plástico e CO2 ambiente e 3- Sem plástico e CO2 ambiente. O delineamento experimental foi em blocos, com três repetições. A irrigação e a adubação foram realizadas de acordo com as recomendações técnicas da cultura. A mensuração das variáveis de crescimento foi realizada a cada cinco dias enquanto as trocas gasosas foram mensuradas no final do experimento (30 dias após o transplantio). A fotossíntese líquida e a transpiração das plantas foram maiores no tratamento com 550 ppm. Entretanto, aos 30 dias, o crescimento das plantas foi afetado negativamente, supostamente, pelo aumento da temperatura resultante do ambiente das câmaras com CO2. De acordo com os resultados, o manejo do meloeiro terá que sofrer alterações para se adaptar às mudanças climáticas, visando continuar sendo uma ótima opção de renda para os produtores rurais da região do semiárido.

At present discussions on global climate change have shown interest to both the scientific community and the population. Studies show that by the end of 2050 the CO2 concentration from the current 384 ppm to 550 ppm. In this scenario, the production os plants can be changed. This study aimed to evaluate the initial growth and gas exchange of plants of melon under high CO2 concentration. The experiment was carried out at Embrapa Semi-Arid (Petrolina - PE). Open-top ovens were used for plant cultivation and application of treatment: 1. Greenhouse with further addition of side plastic CO2 (550 ppm); 2 Greenhouse with plastic and CO2 environment and 3- No plastic and CO2 environment. The experimental design was in blocks with three replications. The irrigation and fertilization were performed according to the technical recommendations of the culture. The measurement of the growth variables was performed every five days and gas exchange at the end of the experiment (30 days after transplanting). Net photosynthesis and transpiration of plants were higher in the treatment with 550 ppm. However, at 30 days, plant growth was negatively affected, supposedly, by temperature increase resulting environmental chambers with CO2 According to the study, the management of melon will have to be changed to adapt to climate change, to continue being a great option to farmers in the semi-arid region.

Key-words: Cucumis melo L., greenhouse effect, climate change.

 

 


Palavras-chave


Cucumis melo L.; efeito estufa; mudanças climáticas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.0.p439-453



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License