VIAGEM AO BRASIL: produção e circulação entre o público europeu do século XIX

Igor de Lima Silva

Resumo


Este artigo pretende abordar a circulação e a recepção da narrativa Viagem ao Brasil, do naturalista prussiano Maximiliano de Wied-Neuwied que perscrutou o Brasil entre os anos de 1815 a 1817. Durante esses anos o nobre viajante coletou uma infinidade de materiais e informações acerca da fauna, da flora e da sociedade brasileira, em especial dos povos indígenas. Após retornar para a Europa o viajante buscou sistematizar todos esses dados obtidos e difundi-los entre o público especializado e leigo, lançando a obra Viagem ao Brasil. Esta narrativa em cinco anos foi editada e traduzida em diferentes idiomas. Contudo, ao folhear as páginas da obra é possível verificar as interferências e as mudanças no seu conteúdo entre as várias edições, seja na narrativa verbal ou visual, dessa forma contribuindo para formar uma imagem difusa do Brasil oitocentista.    

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas