NARRATIVAS PERIFÉRICAS DE DESIGUALDADES RACIAIS, TERRITORIAIS E DE GÊNERO.

Amanda Martinez Elvir, Auta Jeane Azevedo

Resumo


O presente artigo trata de questões intrinsecamente urbanas, relacionadas com as desigualdades raciais e de gênero vivenciadas nas grandes cidades. Para isso, priorizamos a experiências de duas mulheres (autoras do texto) na comunidade do Coque, em Recife, estado de Pernambuco – nordeste brasileiro. Existem padrões do uso da terra e da densidade populacional que reproduzem lógicas coloniais antigas baseadas no controle imperial e na dominação racial e patriarcal. A partir de nossas vivências (uma moradora e outra integrante de iniciativas coletivas na comunidade), construímos uma narrativa que privilegia a raça e o gênero como categorias de análise sobre as desigualdades e os conflitos na distribuição da terra urbana.


Palavras-chave


Palavras-chaves: desigualdade racial, desigualdade territorial, pobreza urbana, Coque.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Amanda Martinez Elvir

 

 

 

 

Indexadores e Bases bibliográficas:

                    

      

 

 

 

Programa de Pós Graduação em História - PGH UFRPE

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manuel de Medeiros, s/nº

Dois Irmão, Recife, PE, CEP: 52171-010

Prédio Professor Ariano Suassuna (1º Andar) 

ISSN: 2525-6092

 

 

 

Licença Creative Commons

A Revista Rural & Urbano está licenciado com uma Licença Creative Commons