FORMAÇÃO CONTINUADA PARA DOCENTES UNIVERSITÁRIOS: CONTRIBUTO PARA A CONSTRUÇÃO E (RE)CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL DOCENTE

Ivanilde Alves Monteiro, Kátia Maria Ramos

Resumo


Adotando o pressuposto que, como sujeito sócio-cultural, o docente universitário constrói sua identidade a partir de inúmeras referências, entre outras, pela significação social da profissão bem como pelo sentido que tem em sua vida o ser docente universitário. O presente estudo aborda a nossa experiência em um curso de formação continuada didático-pedagógica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Nesta perspectiva, a referida experiência vem ratificando que o processo de identificação é contigencial e está imbricado com a história desse profissional, com a forma como significa seu ser e seu fazer, que os saberes pessoais, escolares, pedagógicos e profissionais atuam como fontes geradoras de possíveis identificações e que a identidade profissional docente não é algo que pode ser adquirido de forma definitiva e externa, mas constitui-se num processo de reconstrução permanente, e em cada tempo e lugar são demandadas reconfigurações na identidade desse profissional. Palavras-chave: formação; identidade profissional, docencia universitaria

Palavras-chave


Formação, Identidade profissional, Docência universitária

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ