CURRÍCULOS PRATICADOSPENSADOS NA ESCOLA: A EMERGÊNCIA DE SABERES DOCENTES NÃO-AUTORIZADOS

Francisco Canindé da Silva, Wellington Vieira Mendes

Resumo


Este artigo tem como objetivo perceber a partir de currículos praticadospensados nos cotidianos escolares a emergência de saberesfazeres docentes enquanto práticas não-autorizadas, fugidias das lógicas prescritivas de conhecimento institucionalizadas. A análise resulta de reflexões realizadas no contexto do paradigma emergente de conhecimento, que entende as produções locais, residuais e indiciárias enquanto conhecimento prudente, possível de reconhecimento e valoração social. As práticas curriculares em estudo, capturadas por meio de procedimentos metodológicos dialógicos – narrativas docentes, entrevistas compreensivas, rodas de conversas, escuta sensível e outros, traduzem a realidade em sua multiplicidade. À maneira complexa –  sistêmica e multirreferenciada, os currículos praticadospensados na escola tem possibilitado articulações permanentes de finas redes de saberesfazeres, produtoras de justiça cognitiva e emancipação social de professores, estudantes e envolvidos nestas relações de aprendizagens educativas e sociais.

 

Palavras-chave: Currículos praticadospensados; Cotidianos escolares; Paradigma emergente; Saberes não-autorizados.

 

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2010. (Coleção questões da nossa época; v. 8).

ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho – os cotidianos das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa; ALVES, Nilda (Org.). Pesquisas nos/dos/com os cotidianos das escolas: sobre redes de saberes. Petrópolis: DP et Alii, 2008.

ALVES, Nilda. Tecer conhecimento em rede. In: ALVES, Nilda; GARCIA, Regina Leite (Org.). O sentido da escola. 5. ed. Petrópolis: DP et Alii, 2008.

BARTHES, Roland. Aula: aula inaugural da cadeira de semiologia literária do Colégio de França, pronunciada dia 7 de janeiro de 1977. Tradução e posfácio de Leyla Perrone Moisés. São Paulo: Cultrix, 2013.

CERTEAU, Michel. A cultura no plural. Tradução: Enid Abreu Dobrànsky. Campinas, SP: Papirus, 1995. (Coleção Travessia do Século).

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. Trad. Ephraim Ferreira Alves. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

CERTEAU, Michel; GIARD, Luce; MAYOL, Pierre. A invenção do cotidiano: Morar, cozinhar. Trad. Ephraim F. Alves e Lucia Endlich Orth. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

GIVON, Talmy. On understanding grammar. Orlando/Florida: Academic Press, 1979.

KAUFMANN, Jean-Claude. A entrevista compreensiva: um guia para pesquisa de campo. Tradução: Thiago de Abreu e Lima Florencio. Petrópolis: Vozes; Maceió, AL: Edufal, 2013.

MENDES, Wellington Vieira. Mecanismos de junção em textos acadêmicos: uma abordagem sistêmico-funcional. 2016. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, Universidade do Federal do Rio Grande do Norte, Natal/RN, 2016.

OLIVEIRA, Inês Barbosa de. Currículos praticados: entre a regulação e a emancipação. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

OLIVEIRA, Inês Barbosa de. Estudos do cotidiano e pesquisa em educação: interface com as narrativas autobiográficas na compreensão do potencial emancipatório das práticas educativas cotidianas. In: SOUZA, Elizeu Clementino de; PASSEGI, Maria da Conceição. (Orgs.) Pesquisa (auto)biográfica: cotidiano, imaginário e memória. Natal/RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

SANTOS, Boaventura de Souza. Para uma sociologia das ausências e uma sociologia das emergências. Revista Crítica de Ciências Sociais. n. 63, p. 237-280, out. 2002. Disponível em: www.boaventuradesousasantos.pt. Acesso em: 23 mar. 2014.

SILVA, Francisco Canindé da. Práticas pedagógicas cotidianas da EJA: memórias, sentidos e traduções formativas. Tese (Doutorado) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro/RJ, 2016.

SILVA, Tomaz Tadeu. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. 11ª reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

TARDIF, M.; LESSARD, C. (Orgs.). O ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Trad. Lucy Magalhães. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

GOOGLE ACADÊMICO

UCL INSTITUTE OF EDUCATION LIBRARY

PKP | INDEX

Tópicos Educacionais - ISSN 0101-8701 (impresso) 2448-0215 (on line)