A CARTOGRAFIA ESCOLAR E O ENSINO FUNDAMENTAL I: LIMITES E POSSIBILIDADES

Paulo Sérgio Cunha Farias

Resumo


No ensino da Geografia, as representações cartográficas são de fundamental importância para a construção do raciocínio sobre o espaço geográfico.  Assim, preparar o aluno para o domínio da linguagem própria dessa representação deve ser um dos objetivos dessa disciplina em todos os níveis de escolarização da Educação Básica. Dito assim, partiremos, primeiramente, de uma breve análise sobre a importância de se ensinar a Cartografia Escolar nos anos escolares iniciais da Educação Básica, mais especificamente nos do Ensino Fundamental I; posteriormente, discutiremos os limites do seu ensino e as possibilidades de organizá-lo e realizá-lo para se alcançar o objetivo desejado, ou seja, possibilitar ao aluno ser um leitor e elaborador consciente de representações cartográficas do espaço; finalmente, teceremos breves considerações finais acerca da temática proposta.


Palavras-chave


Ensino de Geografia; Formação de Professores; Docência e Pesquisa; Cartografia Escolar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2018.240411



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.