Experiências pedagógicas através do PIBID: relatos e vivências no ensino de geografia

Mateus Pessetti, Cristian Guilherme Lino

Resumo


O presente artigo apresenta uma reflexão e um relato a partir das vivências e práticas experienciadas por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID. Para tanto, realizou-se uma breve discussão teórica a respeito do ensino de geografia e da cartografia escolar. Posteriormente, realizou-se o relato de duas práticas desenvolvidas junto a estudantes de uma escola de ensino fundamental no município de Passo Fundo/RS, onde encontra-se inserido o subprojeto PIBID – Geografia da Universidade de Passo Fundo. O incremento do PIBID nas instituições formadoras de professores, oportuniza aproximação entre o saber acadêmico e o escolar. É necessário oportunizar meios para que o conhecimento produzido dentro destas instituições esteja em consonância com a sociedade, especialmente com o meio escolar se tratando da formação de professores. Além de evidenciar a importância que o PIBID possui para a formação de professores, evidenciou-se a necessidade de práticas adequadas para uma efetiva alfabetização cartográfica, desenvolvendo assim habilidades de orientação, localização e a decodificação da linguagem cartográfica.


Palavras-chave


Ensino de geografia; PIBID; Práticas pedagógicas; Cartografia escolar.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2021.247880

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.