AGROCOMBUSTÍVEIS: ETANOL E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO MUNICÍPIO DE LEME/SP

Gláucia Elisa Mardegan, José Giacomo Baccarin

Resumo


A cana-de-açúcar é um dos preeminentes elementos do agronegócio no Brasil, com o beneficiamento do etanol gerou uma ampliação no consumo da matéria-prima a cana-de-açúcar, provocando uma expansão desta cultura por todo o território brasileiro, em especial na região Sudeste do país, esse acontecido tem ocasionado preocupações acerca das prováveis implicações ambientais e socioeconômicas. Esse artigo possui a finalidade de averiguar o aumento da monocultura canavieira no município de Leme, localizado no interior paulista, como analisar as modificações na estrutura agrária em dois momentos, em 2006 e em 2017, para atingir esse objetivo foi empregado o índice de monocultura, que mede a percentagem da área agrícola da região do estudo na qual, é ocupada pela lavoura que está sendo analisada, neste caso, a cana-de-açúcar, foram feitas analises sobres a estrutura agrária. Os resultados apresentam que ocorreu uma expansão da cana-de-açúcar no município paulista e que houve um aumento perceptível na concentração da estrutura fundiária, nos últimos quinze anos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 
 
 LATINDEX
 
Thumbnail
 
 
Sumários.org