Caracterização de eventos secos e chuvosos na microrregião de Imperatriz - MA

Francisco das Chagas Araujo Nascimento, Célia Campos Braga, Fabiane Regina Cunha Dantas Araújo, Ewerton Vôlney da Silva Costa

Resumo


Este trabalho teve o objetivo de identificar, quantificar e caracterizar os eventos secos e chuvosos na microrregião de Imperatriz – MA, no período de 1985 a 2013. Para isso, utilizou-se dados de cinco postos pluviométricos distribuídos ao longo da microrregião, fornecidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e Agência Nacional de Águas (ANA). A estes dados foi aplicada a técnica desenvolvida por Mckee et al (1993), que propuseram o Standardized Precipitation Index – SPI, para quantificar o excesso e déficit de precipitação nas escalas sazonal, semestral e anual. Os resultados mostraram uma predominância de eventos extremos de seca em todas as escalas do SPI sendo bem evidentes na década de 1990 e nos anos de 2012/2013. Por outro lado, as maiores sequências chuvosas ocorreram no final da década de 1980 em todas as escalas estudadas. Os maiores períodos de eventos secos (chuvosos) corresponderam aos períodos de eventos fortes de El Nino (La Nina). Observou-se ainda, que as chuvas na região são propiciadas também pela atuação de diversos outros sistemas meteorológicos, tais como, Zona de Convergência do Atlântico Sul, Sistemas Frontais e efeitos de brisa local.

Palavras-chave


Standardized Precipitation Index (SPI), Eventos Extremos, Seca

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.2.p325-333



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License