Estudo dos impactos ambientais em microbacia ocasionado pelas obras de construção do Conjunto João Paulo II na Zona Norte de Manaus – AM (Study of environmental impacts in the watershed caused by the construction of João Paulo II neighborhood in the...)

José Roselito Carmelo da Silva, Charles Silva de Araúo, Ismael Gaspar de Souza, Maicon Sousa Fontes

Resumo


Devido à expansão urbana e pressão demográfica que vem ocorrendo atualmente na zona Norte da cidade de Manaus, são expressivos os impactos ambientais decorrentes da falta de planejamento e fiscalização ineficiente por parte do Poder Público. As microbacias urbanas são os locais mais vulneráveis porque a ocupação do solo tem ocorrido sobre as Áreas de Preservação Permanente – APP e sobre as planícies de inundações ou pelas obras de intervenções sobre os canais dos igarapés. Nessa zona geográfica, o governo do Estado por meio de políticas habitacionais, têm construído conjuntos de casas populares às camadas de baixa renda e, as obras de intervenções sobre as formas de relevo não tem demonstrado planejamento adequado, visto principalmente sobre as áreas de encostas, fundo de vales e pequenas bacias, que estão sendo impactadas com reflexos destrutivos diretos sobre os corpos hídricos. O objetivo desta pesquisa foi analisar os impactos ambientais em uma microbacia, provocado pela construção do Conjunto João Paulo II. Com base nos levantamentos de dados de campo, construção de mapas temáticos a partir de imagem de satélite, registro aerofotográficos produzidos por um sensor embarcado na plataforma de um Veículo Aéreo Não Tripulado - Vant (Quadricóptero Phantom 2 V3.0) para obtenção de informações atuais em dois pontos e utilização do Sistema de Informações Geográficas – SIG, foi possível identificar os principais impactos ambientais na microbacia.   

 

 

 

 

 

A B S T R A C T

Due to urban expansion and demographic pressure that is currently taking place in the northern of the city of Manaus, are significant environmental impacts of the lack of planning and inefficient supervision by the Government. Urban watersheds are the most vulnerable locations because land use has taken place on the Permanent Preservation Areas - PPA and on flood plains or the works of interventions on the channels of streams. In this geographical area, the state government through housing policies, has built housing blocks of affordable home to low-income groups and the works of interventions on the landforms has not shown proper planning, particularly seen on the areas of slopes, background valleys and small basins, which are being impacted with direct destructive effects on hydrous bodies. The objective of this research was to analyze the environmental impacts in a watershed, caused by the construction of John Paul II neighborhood. Based on field data surveys, construction of thematic maps from satellite imagery, air photograph record produced by a sensor embedded in the deck of an Unmanned Aerial Vehicle - UAV (Quadricóptero Phantom V3.0 2) to obtain current information in two spots and use of Geographic Information System - GIS, it was possible to identify the main environmental impacts in the watershed.

Keywords: stream, subnormal occupation, silting, flood, erosion

 

 


Palavras-chave


Igarapé, ocupação subnormal, assoreamento, alagação, erosão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20170007



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License