Índice de anomalias de chuva para diferentes mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte (Rain Anomaly Index for different mesoregions of Rio Grande do Norte state)

Rudah Marques Maniçoba

Resumo


Uma das formas de se estudar a precipitação pluvial de determinada região é através de Índices de Anomalia de Chuva (IAC). Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo analisar o IAC em seis municípios de diferentes mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte, evidenciando os anos de seca e chuva. Mossoró, Apodi, Cruzeta, Santa Cruz, Natal e Ceará Mirim foram os municípios selecionados. Os dados de precipitação pluvial das séries históricas foram obtidos na Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), e os cálculos do IAC foram realizados com base na normal climatológica e médias dos 10 anos de máximas e mínimas precipitações. A classificação de anos secos e chuvosos foi feita de acordo com as classes de intensidade do IAC. Dentre os municípios analisados, Natal foi o mais chuvoso, reflexo da precipitação média anual (1656,3 mm), com o IAC variando entre -4,47 e 6,78. Cruzeta apresentou 29 anos com desvios negativos e 25 anos com desvios positivos. Mossoró foi a única cidade a apresentar 2 anos extremamente secos, e teve o IAC variando entre -4,12 e 6,78. Diferentemente de Mossoró, Ceará Mirim teve dois anos extremamente chuvosos, e o IAC variou entre -4,43 e 5,07. Apodi foi a cidades que mais apresentou eventos secos, e a cidade de Santa Cruz foi a única que não apresentou nenhum ano extremamente seco. Concluiu-se que a utilização do IAC garante resultados mais precisos referentes ao grau de variação da chuva em torno da normal climatológica.

 

 

A B S T R A C T

One way to study the rainfall of the determined region is through Rain Anomaly Indexes (IAC). In this context, the present work had the objective of analyzing the IAC in six municipalities of different mesoregions of the State of Rio Grande do Norte, evidencing the years of drought and rain. Mossoró, Apodi, Cruzeta, Santa Cruz, Natal e Ceará Mirim were the municipalities selected. The rainfall data of the historical series were obtained from the Agricultural Research Company of Rio Grande do Norte (EMPARN), and the calculations of the IAC were performed based on the normal climatologica and averages of 10 years of maximum and minimum precipitations. The classification of dry and wet years was made according to intensity classes of IAC.  Among the municipalities analyzed, Natal was the wettest, reflecting the annual average precipitation (1656,3 mm), with the IAC ranging between -4,47 and 6,78. Cruzeta presented 29 years with negative deviations and 25 years with positive deviations. Mossoró was the only city to present two extremely dry years, and had IAC varying between -4,12 e 6,78. Unlike Mossoró, Ceará Mirim had two extremely wet years, and the IAC ranged between -4,43 and 5,07. Apodi was the city that more presented dry events, and the Santa Cruz city  was the only one that did not present dry years.  It was concluded that the use of IAC guarantees more accurate results regarding the degree of rain variation around the climatological normal.

Keywords: rainfall; historical data; intensity class.

  


Palavras-chave


Precipitação; Séries históricas; Classe de intensidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v10.4.p1110-1119



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License