Análise Espaço-Temporal de Mudança de Uso e Cobertura da Terra na Região do Vale do Paraíba Paulista: Desenvolvimento de Cenários Futuros (Spatial and Temporal Changes in the Land Use and Cover of the Paraíba Valley in São Paulo, Brazil: Development of Future Scenarios)

Fernanda Silva de Rezende, Felix Carriello, Daniel Andrés Rodriguez, Otto Marques dos Santos Neves

Resumo


O Vale do Paraíba paulista é marcado por grandes transformações vinculadas aos ciclos econômicos brasileiros que mudaram a região transformando-a em um grande mosaico de pastos, fragmentos florestais e área urbana. Estudos temporais de uso e cobertura permitem observar essas mudanças e avaliar os impactos gerados por elas. É notória a substituição de extensas áreas de Mata Atlântica para o monocultivo de eucaliptos que possui alto desenvolvimento e constante expansão no Vale. Tal conversão de uso traz consequências como a fragmentação florestal, perda de biodiversidade, da qualidade das águas e do solo. A possibilidade de desenvolver cenários de simulação de mudanças de uso e cobertura da terra é fundamental para uma gestão pública eficiente e sustentável. Visando essas questões o presente estudo busca projetar cenários futuros levando em consideração diferentes questões sociais, econômicas e ambientais, a partir de análises sobre a dinâmica de expansão da silvicultura no Vale do Paraíba paulista. Os cenários criados podem ser classificados como “Tendencial” que mantém os mesmos padrões de mudanças do período observado (2000-2005); “Otimista” que diminui as taxas de conversão para silvicultura e pastagem, aumentando as áreas vegetadas; e “Pessimista” que alavanca as taxas de desmatamento a partir do crescimento dos cultivos de eucaliptos e pastagem. O desenvolvimento de cenários futuros de 2010 a 2050 no DinamicaEgo se mostrou eficaz, apresentando tendências e pré-disposições de transições de uso do solo sendo possível a utilização dos resultados no planejamento ambiental visando à sustentabilidade e melhor gestão dos recursos naturais e desenvolvimento de atividades econômicas.

 

 

 

 

A B S T R A C T

The Paraíba Valley in São Paulo, Brazil, is marked by great transformations. The Brazilian economic cycles changed this region and transformed it into a great mosaic of pastures, forest fragments, and urban areas. Temporal studies on land use and cover have given information on these changes and evaluated their impacts. The conversion of extensive areas of the Atlantic Forest into eucalyptus crops is noticeable; this monoculture developed greatly and is expanding steadily in this valley. This land-use conversion has consequences, such as forest fragmentation, and losses in biodiversity, and water and soil quality. Developing future scenarios (2010 to 2050) that simulate changes in land use and cover is essential for an efficient and sustainable public management. Thus, the objective of the present study was to develop future scenarios while considering different social, economic, and environmental issues, based on analyses of the dynamics of forestry expansion in the Paraíba Valley in São Paulo, Brazil. The scenarios developed were classified as Trend, maintaining the same change patterns of the observed period (2000 to 2005); Optimistic, decreasing conversion rates of natural vegetation into forestry and pasture areas; and Pessimist, increasing deforestation rates and increasing eucalyptus and pasture areas. Future scenarios for the period of 2010 to 2050 were developed in the Dinamica Ego software, and it proved to be effective, presenting trends and predispositions of changes in land use. These results can be used for environmental planning focused on sustainability, better management of natural resources, and development of economic activities.

Keywords: Forestry, Silviculture, Dynamic Spatial Modeling, Atlantic Forest

 


Palavras-chave


Silvicultura, Modelagem Espacial Dinâmica, Mudança de Uso e Cobertura

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, C. M., 2003. Modelagem da dinâmica espacial como uma ferramenta auxiliar ao planejamento: simulação de mudanças de uso da terra em áreas urbanas para as cidades de Bauru e Piracicaba (SP), Brasil. Tese (Doutorado). São José dos Campos, INPE.

Almeida, C. M.; Monteiro, A. M. V.; Câmara, G.; Soares-Filhos, B. S.; Cerqueira, G. C.; Pennachin, C.L.; Batty, M., 2005. Gis and remote sensing as tools for the simulation of urban land use change. International Journal of Remote Sensing, 26, 04, 759-774.

Arruda, F. G., 2010. Análise do metabolismo demográfico dos municípios da Região Metropolitana do Vale do Paraíba do Sul Paulista e Litoral Norte no período de 2000 a 2010.

Arruda, M.B., Sá, L.F.S.N. Corredores ecológicos: uma abordagem integradora de ecossistemas no Brasil – Brasília: Ibama. 2003.

Barni, P. E., 2009. Reconstrução e asfaltamento da Rodovia BR-319: Efeito “dominó” pode elevar as taxas de desmatamento no Sul do Estado de Roraima. Dissertação (Mestrado). Manaus, INPA.

Benedetti, A. C. P., 2010. Modelagem dinâmica para simulação de mudanças na cobertura florestal das serras do sudeste e campanha meridional do Rio Grande do Sul. Tese (Doutorado). Santa Maria, UFSM.

Bonham-Carter, G. F., 1994. Geographic information systems for geoscientists: modeling with GIS. Pergamon, Computer Methods in the Geosciences, 13, 398p.

Camarinha, P. I. M.; Ferreira, C. C.; Ferreira, M. C.; Soares, P. V.; Simões, S. J. C.; Trannin, I. C. B., 2011. Proposta metodológica para a definição de corredor ecológico com base em modelagem cartográfica - a bacia do rio Paraíba do Sul, porção paulista. XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Anais...Curitiba, PR: INPE.

Carriello, F., Vicens, R. S., 2011. Silvicultura de eucalipto no vale do Paraíba do Sul/SP no período entre 1986 e 2010. Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR. Anais...Curitiba, PR: INPE.

Crepani, E., Medeiros, J.S., Hernandez Filho, P., Florenzano, T.G., Duarte, V., Barbosa, C.C.F. 2001. Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento Aplicados ao Zoneamento Ecológico-Econômico e ao Ordenamento Territorial. Inpe, p. 103.

Delaneze, M. E., 2011. Modelagem dinâmica espacial aplicada na avaliação das mudanças da cobertura da terra no entorno de dutos utilizando autômatos celulares - Estudo de caso duto Orbel. Dissertação (Mestrado). Rio Claro, UEPJMF.

Fernandes, M. R. de M. et al., 2015. Mudanças do uso e de cobertura da terra na região semiárida de Sergipe. Floresta e Ambiente, 22, 4, 472–482.

Freitas Junior, G.; Marson, A. A., 2009. Biogeografia aplicada ao diagnóstico ambiental em áreas rurais degradadas no Vale do Paraíba paulista. Pnas, pp. 393–400.

Freitas Junior, G.; Marson, A. A.; Solera, D. A. G., 2012. Os eucaliptos no vale do Paraíba Paulista: Aspectos geográficos e históricos. Revista Geonorte, 1, 221–237.

Goodacre, A.K., Bonham-Carter, G.F., Agterberg, F.P., 1993. A statistical analysis of spatial association of seismicity with drainage patterns and magnetic anomalies in western Quebec. Tectonophysics, 217, 205–305.

Hagen, A., 2003. Fuzzy set approach to assessing similarity of categorical maps. International Journal of Geographical Information Science, 17, 235–249.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2014. Produção da extração vegetal e da silvicultura. Brasil

Kawashima, R.S., Almeida, C.A., Giannotti, M.A., Quintanilha, J.A. 2015. Análise das mudanças temporais de cobertura da terra na região portuária da Baixada Santista-SP e a proposição de modelos de dinâmica espacial. XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR. Anais...João Pessoa – PB, INPE.

Marchesan, J., Goergen, L.C.G., Nunes, M.M.C., Brites, D.I.S., Silva, C.K., Pereira, R.S., 2013. Análise multitemporal do uso e cobertura da terra no município de Faxinal do Soturno- RS nos anos de 1986, 1996, 2006 e 2011. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental [online] 13. Disponível: http://dx.doi.org/10.5902/223611709155. Acesso: 25 set. 2015.

Marques, M. I. M., 2015. Considerações sobre a expansão da indústria de papel e celulose no Brasil a partir do caso da Suzano papel e celulose. GEOgraphia, 17, 35, 120–147.

Neves, O. M. dos S., Carriello, F., Rodrigez, D.A., 2013. A expansão da cultura de eucalipto na região do Vale do Paraíba entre 1995 e 2010 e sua relação com as características hidrológicas da bacia. XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto – SBSR. Anais...Foz do Iguaçu – PR, INPE.

Piontekowski, V.J. 2014. Modelagem da dinâmica do uso e cobertura da terra do estado de Rondônia até 2050. Dissertação (Mestrado). Brasília, UNB.

Pavanelli, J. A. P.; Xaud, M. R.; Xaud, H. A. M.; Santos, J. R.; Galvão, L. S., 2014. Dinâmica do uso e cobertura da terra na região de transição entre floresta e savana no estado de Roraima. XI Seminário de Atualização em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas Aplicados à Engenharia Florestal – SENGEF. Anais...Curitiba, 2014.

Rodrigues, E. L., 2015. Aplicação do modelo SWAT na avaliação do consumo de água em áreas de florestas plantadas na bacia do rio Pará, alto São Francisco, em Minas Gerais. Sociedade & Natureza, 27, 3, pp. 485-500

Rodrigues, H.O., Soares-Filho, B.S., Costa, W.L.S., 2007. Dinamica EGO, uma plataforma para modelagem de sistemas ambientais. XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Anais...Florianópolis: SBSR.

Silva, R.F.B., Araos-Leiva, F., Farinaci, J.S., Ferreira, L.C., 2012. Monocultivos de eucalipto, reflexividade e arena: diálogos interdisciplinares em ambiente e sociedade. Terceiro Incluído. 2, 2, pp. 32-50.

Silva, R.F.B., Batistella, M., Moran, E.F., 2017. Socioeconomic changes and environmental policies as dimensions of regional land transitions in the Atlantic Forest, Brazil, Environmental Science & Policy, 74, pp. 14-22.

Soares-Filho, B. S. 2002. Dinamica - a stochastic cellular automata model designed to simulate the landscape dynamics in an Amazonian colonization frontier. Ecological Modelling, 154, pp. 217–235.

Soares-Filho, B.S., Rodrigues, H. O., Costa, W.L.S., 2009. Guia Prático: Modelagem de Dinâmica Ambiental com Dinamica EGO. Belo Horizonte, MG: UFMG.

Tuoto, M., Hoeflich, V. A., 2008. A indústria florestal brasileira baseada em madeira de pinus: limitações e desafios, in: Shimizu, J. Y. (Ed.), Pínus na Silvicultura Brasileira. Colombo, PR: Embrapa Florestas. p. 17–49.

Ximenes, A. C., Almeida, C. M., Amaral, S., Escada, M. I. S., Aguiar, A.P. D., 2008. Modelagem dinâmica do desmatamento na Amazônia. Boletim de Ciências Geodésicas, 14, 3, 370–391.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v11.5.p1732-1747

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License