Diagnóstico Batimétrico do Reservatório da Usina Hidrelétrica de Caçu-GO

Wanderlubio Barbosa Gentil, Fernanda Luisa Ramalho, Celso de Carvalho Braga, Assunção Andrade de Barcelos, João Batista Pereira Cabral

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar as mudanças e os níveis de sedimentação ocorridos no reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) Caçu, entre janeiro de 2014 e março de 2015. Os procedimentos empregados para avaliar o processo de sedimentação do reservatório envolveram o diagnóstico dos locais assoreados por meio de levantamento batimétrico e análise da velocidade de escoamento da água com o uso do acoustic doppler current profiler (ADCP). Os resultados obtidos permitiram identificar alterações no perfil topográfico do reservatório, sendo a perda de volume inferior a 0,5% ao ano. O local de maior acúmulo de sedimentos encontra-se no trecho inicial do reservatório (primeiros 6km), ocorrendo a formação de bancos de areia. Os valores máximos de velocidade de escoamento da água nos períodos avaliados variaram entre 0,858m/s a 1,979 m/s. Os valores mínimos da velocidade de escoamento foram detectados nas áreas entre o córrego do Caju e a barragem da usina hidrelétrica de Caçu.


Palavras-chave


Sedimentação. Velocidade da água. ADCP.

Referências


Abdulrahman, F. H., Siyamand, M. A., Ali A. Y., 2017. Creating a bathymetric contour map using acoustic Doppler current profiler (ADCP): Duhok Dam reservoir as a case study. Polytechnic Jornaul, 7, 40-55.

Agostinho, A. S., Gomes, L. C., Santos, N. C. L., Pelicice, F. M, 2016. Fish assemblages in neotropical reservoirs: Colonization patterns, impacts and management. Fisheries Reserch, 173, 26-36.

Almeida, L. T. de., Figueiredo, F. P. de., Oliveira, F. G., 2016. Estimates of volume and sedimentation of the reservoirof the Itacarambi River dam, Minas Gerais, Brazil. Pesquisas Agrárias e Ambientais, 4, 231-237.

Alvarez, L. V., Moreno, H. A., Segales, A. R., Pham, T. G., Pillar-Little, E. A., Chilson, P. B., 2018. Merging Unmanned Aerial Systems (UAS) Imageryand Echo Soundings with an Adaptive SamplingTechnique for Bathymetric Surveys. Remote Sensing, 10.

Armido, A., Azmeri, A., Fatimah, E., Nurbaiti, N., Yolanda, S. N., 2020. The sedimentation datasets of Keuliling reservoir. Data in Brief, 32.

Barcelos, A. A., Cabral, J. B. P., Braga, C. C.; Rocha, I. R., 2012. Caracterizações físicas e químicas das águas dos afluentes da UHE Caçu. Revista Geonorte, 3, 739-749.

Braga, C. C., Cabral, J. B. P., Lopes, S. M. F., Batista, D. F., 2018. Mapeamento da fragilidade ambiental na bacia hidrográfica do Reservatório da UHE CAÇU - Goiás. Ciência e Natura, 39, 81-98b.

Braga, C. C., Cabral, J. B. P., Lopes, S. M. F., Oliveira, S. F., Rocha, I. R., 2018. Qualidade dos sedimentos em relação à presença de metais pesados no reservatório da usina hidrelétrica de Caçu – GO (Quality of sediments in relation to the presence of heavy metals in the hydroelectric plant reservoir in Caçu–Goiás). Revista Brasileira de Geografia Física, 11, 959-972a.

Cabral, J. B. P., Fernandes, L. A., Scopel, I., Becegato, V. A., Fiori, A. P., 2009. Avaliação do estado de assoreamento do reservatório de Cachoeira Dourada (GO/MG). Sociedade & Natureza, 21, 1, 97-119.

Cabral, J. B. P., Wachholz, F., Becegato, V. A., Nascimento, E. S., 2013. Diagnóstico hidrossedimentológico do Reservatório da UHE Caçu-GO. GeoFocus - Revista Internacional de Ciência y Tecnologia de la Informacion Geográfica, 13_1, 25-37.

Cabral, J. B. P., Pereira Filho, W., 2018. Técnicas de sensoriamento remoto aplicada análise da concentração de sólidos em suspensão na UHE Foz do Rio Claro – GO. Revista Brasileira de Geografia Física 11, 1526-1541.

Campagnoli, F., 2006. The production of the sediment from South American: propose of mapping of the erosion rates based on geological and geomorphological aspects. Revista Brasileira de Geomorfologia, Uberlândia, 7, 1, 3-8.

Carvalho, N. O., 2008. Hidrossedimentologia prática. 2. ed. Rio de Janeiro: Interciências.

CETESB, 2016. Relatório de qualidade das águas interiores no Estado de São Paulo. São Paulo: CETESB, 2017. Disponível: https://cetesb.sp.gov.br/aguas-interiores/wp-content/uploads/sites/12/2013/11/Cetesb_QualidadeAguasInteriores_2016_corre%C3%A7%C3%A3o02-11.pdf. Acesso: 13 abr. 2020.

Ceylan, A., Ekizoglu, I., 2014. Assesment of bathymetric maps via gis for water in reservoir. Bol. Ciênc. Geod., sec. Artigos, Curitiba 20, 142-158.

Cho, H., Marrs, R. H., Alday, J. G., Cho, K-H., 2019. Vertical and longitudinal variations in plant communities of drawdown zone of a monsoonal riverine reservoir in South Korea. Jornal of Ecology and Environment 43.

Collischonn, B., Clarke, R.T., 2016. Estimativa e incerteza de curvas cota-volume por meio de sensoriamento remoto. Revista Brasileira de Recursos Hídricos 21, 719-727.

Cruz, L. M., Rodrigues, S. C., 2013. Avaliação do potencial de produção de produção de sedimentos para a PCH Piedade – Monte Alegre de Minas-MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia 14, 54-73.

Detofol, K., Bortolini, J., Felipetto, H. dos S., 2017. Análise batimétrica do lago municipal de Cascavel-PR. Revista Técnico-Científica, 1-22.

Faria, S. H., Rodrigues, D. D., Medeiros, N. G., Aranha, P. R. A., 2017. Avaliação de radargramas batimétricos para cálculo de volume de represa empregando o classificador “FCLASS2”. Boletim Ciências Geodésicas, 23, 234-251.

Ferreira, I. O., Ayres Neto, A., Monteiro, C. S., 2016. O uso de embarcações não tripuladas em levantamentos batimétricos. Revista Brasileira de Cartografia, 10, 68, 1885-1903.Foteh, R., Garg, V., Nikam, B. R., Khadatare, M. Y., Aggarwal, S. P., Kumar, A. S., 2018. Reservoir Sedimentation Assessment Through Remote Sensing and Hydrological Modelling. J Indian Soc Remote Sens, 46, 1893-1905.

Gamaro, P. E., 2012. Medidores acústicos doppler de vazão. Foz do Iguaçu: Itaipu Binacional.

Khaba, L., Griffiths, J. A., 2017. Calculation of reservoir capacity loss due to sediment deposition in the Muela reservoir, Northern Lesotho. International Soil and Water Conservation Research, 5, 130–140.

Kimmel, B. L., Lind, O. T., Paulson, L. J., 1990. Reservoir primary production. In: Thornton, K. W., Kimmel, B. L., Payne, F. E. (eds.). Reservoir limnology: ecological perspectives. New York: John Wiley & Sons, 133-193.

Licciardello, F., Toscano, A., Cirelli, G. L., Consoli, S., Bargallo, S., 2017. evaluation of sediment deposition in a Mediterranean reservoir: comparison of long term bathymetric measurements and swat estimations. Land Degradation & Development, 28, 566-578.

Lima, A. M.; Mariano, Z. F., 2014. Análise microclimática no interior e fora das florestas estacionais semideciduais na área da bacia da usina hidrelétrica de Caçu-GO. Revista do Departamento de Geografia – USP, 27, 67-87.

Liu, W., Li, S., Bu, H., Zhang, Q., Liu, G., 2012. Eutrophication in the Yunnan Plateau lakes: the influence of lake morphology, watershed land use, and socioeconomic factors. Environ Sci Pollut Res, 19, 858–870.

Lopes, H. L., Neto, A. R., Cirilo, J. A., 2015. Modelagem batimétrica no Reservatório de Sobradinho II: Avaliação do volume atual e da taxa de sedimentação no espaço de tempo entre 1978 e 2009. Revista Brasileira de Cartografia, Rio de Janeiro, 67, 6, 1265-1277a.

Lopes, J. W. B., Neto, J. R. A.; Pinheiro, E. A. R., 2015. Produção de sedimentos e assoreamento em reservatório no semiárido: o caso do açude Marengo, Ceará. Geoambiente On-Line, 24b.

Lopes, R. M., Mariano, Z. F., 2018. Análise dos episódios de verão e inverno na área de influência dos reservatórios Caçu e Barra dos Coqueiros-GO. Geoambiente On-Line, 30.

Minhoni, R. T. de A., Brito, G. M., Azevedo, R. F de., 2017. Uso de ecobatímetro monofeixe na determinaçãoda curva cota x área x volume do reservatório da PCH Pipoca –Minas Gerais –Brasil. Irriga, 22, 87-100.

Miranda, R. B., Scarpinella, G. A., Mauad, F. F., 2007. Influência do assoreamento na

capacidade de armazenamento do reservatório da usina hidrelétrica de Três Irmãos (SP).

Recursos Hídricos, 34, 69-79.

Morris, G. L, Fan, J., 1997. Reservoir sedimentation handbook. New York: Mcgraw-Hill.

Paiva, R. C. D., Durand, M. T., Hossain, F., 2015. Spatiotemporal interpolation of discharge across a river network by using synthetic SWOT satellite data. Water Resources Research, 51.

Peteuil, C., Alliau, D., Wirz, C., Fretaud, T., Decachard, M., Roux, S., Reynaud, S., Boisson, N., Vollant, A., Baux, Y., 2017. Evaluating favorable conditions for sediment transport inreservoirs: Champagneux dam case study, France. International Commission On Large Dams.

Remini, B., Bensafia, D., Nasroun, T., 2015. Impact of sediment transport of the Chellif River on silting of the Boughezoul reservoir (Algeria), 24, 35-40.

Rocha, G. A., Ianniruberto, M., Baptista, G. M. M., Carneiro, K. B. R., 2017. Identificação de feições geológicas, geomorfológicas e antrópicas do Reservatório de São Simão, utilizando batimetria multifeixe. Revista Brasileira de Cartografia, 69, 401-409.

Rocha, I., Cabral, J. B., Nogueira, P., Barcelos, A., 2015. Avaliação sazonal das águas do reservatório da usina hidrelétrica Caçu no município de Caçu, Goiás. Revista do Departamento de Geografia, 29, 137-160.

Santos, A. dos., Lopes, P. M. O., Silva, M. V. da., Jardim, A. M. da R. F., Moura, G. B. de A., Fernandes, G. S. T., Silva, D. A. de O., Silva, J. L. B. da., Rodrigues, J. A. de M., Silva, E. A., Oliveira-Júnior, J. F., (2020). Causes and consequences of seasonal changes in the water flow of the São Francisco river in the semiarid of Brazil. Environmental and Sustainability Indicators, 8.

Santos, E. S. dos., Cunha, A. C. da., 2015. Análise de cenários hidrossedimentométricos para estimar taxas de assoreamento e vida útil do reservatório da UHE cachoeira caldeirão no rio Araguari/AP- Brasil. Biota Amazônia, 5, 88-97.

Santos, S. P., 2012. Morfometria, compartimentação e hidrodinâmica de um reservatório periurbano tropical: prognóstico sobre o tempo de vida útil do reservatório de Vargem das Flores, Minas Gerais – Brasil. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós- Graduação em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre, do Instituto de Ciências Biológicas, da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

Silva, D. C. C., Sales, J. C. A., Filho, J. L. A., Lourenço, R. W., 2016. Caracterização morfométrica e suas implicações no acúmulo de sedimentos em reservatórios: o caso da Represa Hedberg, Iperó-SP. Ra’e Ga, Curitiba, 36, 225-245.

Sima, S., Tajrishy, M., 2013. Using satellite data to extract volume–area–elevation relationships for Urmia Lake, Iran. Journal of Great Lakes Research, 39, 90–99.

Szatten, D., Habel, M., Pellegrini, L., Maerker, M., 2018. Assessment of Siltation Processes of the Koronowski Reservoir in the Northern Polish Lowland Based on Bathymetry and Empirical Formulas. Water, 10.

Thornton, K. W., Kennedy, J. H., Carroll, W. W., Walker, R. C., Gunkel, R. C., Ashby, S., 1981. Reservoir sedimentation and water quality: An heuristic model. In: H.G. STEFAN, ed. Proceedings of the Simposium on surface water impoudments. New York: American Society Civil Engineer, 654-651.

Výleta, R., Valent, P., Danáčová, Z., 2020. Monitoring changes in the morphology and storage of a small water reservoir: a case study from vrbovce, Slovakia, 28, 30-35.

Zeng, Y., Yang, Y., Li, Y., Wang, Q., Hou, S., Zeng, J., 2020. Dynamic characteristics of heavy metals in a eutrophic reservoir in subtropical China. Journal of Geochemical Exploration, 208.

Zhang, S., Foerster, S., Medeiros, P., Araújo, J. C. de., Motagh, M., Waske, B, 2016. Bathymetric survey of water reservoirs in north-eastern Brazil based onTanDEM-X satellite data. Science of the Total Environment, 571, 575-593.

Zhu, H.; Bing, H., Wu, Y., Zhou, J., Sun, H., Wang, J., Wang, X., 2019. The spatial and vertical distribution of heavy metal contamination in sediments of the Three Gorges Reservoir determined by anti-seasonal flow regulation. Science of the Total Environment, 664, 79–88.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v14.3.p%25p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License