Das inovações modernistas: diálogos entre literatura e publicidade nas revistas Verde e A Revista

Jéssica Vieira Mendes

Resumo


O presente artigo tem como objetivo verificar de que maneira as inovações dos artistas da primeira fase do modernismo brasileiro chegavam à publicidade das revistas e, em contrapartida, como as obras e os artistas eram divulgados nas páginas dos periódicos. Assim, em um diálogo entre literatura e publicidade, recorremos a Cardoso (2013) e Silva (2004) para fundamentar a compreensão sobre o design gráfico e a propaganda no início do século XX, bem como a Bueno (2012) e a Candido e Castello (2012), no que tange à compreensão de características da linguagem tipicamente modernista. A abordagem metodológica escolhida para a análise dos dados é de cunho quali-quantitativo, pois visa ao aprofundamento da compreensão quanto à relação entre literatura/linguagem literária modernista e publicidade e descreve o espaço e a disposição gráfica das propagandas. Observamos, por fim, que além das propagandas de serviços ordinários, como alfaiate, mercearia, salão etc., as revistas contavam com estratégias de divulgação de obras e de autores no miolo do periódico e com a exposição de fragmentos de suas obras. Em tempo, as peças publicitárias continham uma linguagem tipicamente modernista, com foco na coloquialidade e simplicidade no discurso.

Palavras-chave


Linguagem; Modernismo; Propaganda; Revistas literárias.

Referências


A REVISTA. Belo Horizonte, ano 1, n. 1, jul. 1925. Disponível em: . Acesso em 27 de nov. 2019.

A REVISTA. Belo Horizonte, ano 1, n. 2, ago. 1925. Disponível em: . Acesso em 27 de nov. 2019.

BUENO, A. S. Revistas modernistas em Portugal e no Brasil. O eixo e a roda, Belo Horizonte, v. 21, p. 77-88, jan./jun. 2012.

CANDIDO, A.; CASTELLO, J. A. Presença da literatura brasileira: história e crítica. 16. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

CARDOSO, R. O design gráfico e sua história. Revista artes visuais, cultura e criação. Rio de Janeiro: Senac, 2008, p. 1-7.

_____, R. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

DENIS, R. C. Uma introdução à história do design. São Paulo: Editora Edgard Blucher Ltda., 2000.

GOLDSTEIN, N. Versos, sons, ritmos. 3. ed. São Paulo: Editora Ática, 1986

SILVA, M. Literatura e Publicidade no Pré-Modernismo brasileiro: uma introdução. In: I Seminário Brasileiro sobre Livro e História Editorial. Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, 2004.

SODRÉ, N. W. História da literatura brasileira. 10. ed. Rio de Janeiro: Graphia, 2002.

VERDE: revista mensal de arte e cultura, Cataguases, ano 1, n. 1, set. 1927. Disponível em: . Acesso em 27 nov. 2019.

VERDE: revista mensal de arte e cultura, Cataguases, ano 1, n. 2, out. 1927. Disponível em: . Acesso em 27 nov. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.