A abertura do mundo na poesia infantil: subsídios hermenêuticos para a crítica literária

José Etham de Lucena Barbosa Filho

Resumo


A partir da perspectiva da Hermenêutica Ontológica proposta por Martin Heidegger (2011, 2010, 2005), analisar as imagens da infância que afirmam a experiência verdadeira na poesia, como também o papel da linguagem poética na obra infantil são os objetivos deste trabalho. A hermenêutica heideggeriana inicia não só um novo rumo no pensar filosófico, mas também, agregado ao pensamento existencialista da sua obra, um retorno à existência humana (Dasein) no entremeio do mundo e da linguagem, o limiar da compreensão. Assim, com as contribuições nacionais de Benedito Nunes (1986) aos Estudos Literários, analisamos como a experiência da infância dá abertura ao pensar poético que encaminha a criança para a abertura de mundo e ao estudo hermenêutico do texto poético. Para tanto, as pesquisas de Cristófano (2009) e Frota (2018) serviram como base para as concepções correntes da hermenêutica na literatura e na psicologia infantil, investigando rumos para uma crítica literária que considera o universo da criança dentro de sua historicidade e dos acontecimentos significativos da linguagem.

Palavras-chave


Hermenêutica; Poesia; Literatura Infantil; Estudos Literários

Referências


CRISTÓFANO, Sirlene. Hermêutica e Literatura: aportes para a interpretação e compreensão do mundo. Diálogo e Interação, ISSN: 2175-3687, Vol. 2, 2009, p. 1-11.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. 7o Edição. São Paulo: Martins Fontes, 2019.

FROTA, Ana Maria Monte Coelho. Infância, filosofia da educação e fenomenologia: aproximações necessárias. Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, ISSN-e 1809-6867, Vol. 24, Nº. 1, 2018, p. 84-90

HEIDEGGER, Martin. A caminho da linguagem. 5o Edição. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

___________. A origem da obra de arte. Tradução de Idalina Azevedo e Manuel António Castro. São Paulo: Edições 70, 2010.

___________. Ser e Tempo. Tradução de Marcia Sá Cavalcante Schuback. 15o Edição. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

MEIRELES, Cecília. Ou isto ou aquilo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

NUNES, Benedito. Passagem para o poético: filosofia e poesia em Heidegger. 2o Edição. São Paulo: Editora Atica, 1986.

SCHLEIEMACHER, Friedrich. Hermenêutica: Arte e Técnica da Interpretação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.