Barreiras: Série, Grupo ou Formação? (Barreiras: Serie, Group or Formation?)

Marcelo Martins de Moura-Fé

Resumo


A Formação Barreiras se estende por quase todo o litoral brasileiro. Associado a esta amplitude espacial, diversas questões sobre esta formação sedimentar ainda se apresentam, impossibilitando um melhor entendimento sobre sua gênese, estratigrafia e sua denominação. Tais questões, presentes em vários pontos da historiografia científica, ganham status de verdadeiras lacunas, que são ressaltadas, sobretudo, quando se verifica um breve histórico dos estudos sobre a Formação Barreiras, os quais que se iniciaram desde 1902 e, ultrapassados mais de um século, ainda não encontraram respostas substanciais e amplas às indagações supracitadas, deixando vagas as lacunas que serviriam de base para uma melhor compreensão de como se originou, evoluiu e se diversificou essa formação geológica. A metodologia utilizada para a elaboração desse trabalho foi o de um detalhado embasamento teórico acerca da temática abordada. Os objetivos que permeiam este texto são o de apresentar e discutir um histórico sobre os estudos sobre a Formação Barreiras, sobretudo, dos que trataram da estratigrafia e correlatas denominações litoestratigráficas, de forma concomitante à evolução das designações utilizadas e seus significados para a compreensão desse importante substrato geológico de praticamente toda a zona costeira brasileira.


Palavras-chave


Formação Barreiras, Histórico dos Estudos, Litoestratigrafia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.6.p1055-1061



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License