As Relações Solo-Relevo Através da Compartimentação Geomorfológica da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Feijão, nos Municípios de São Carlos, Analândia e Itirapina no Estado de São Paulo-BR: Ordenações de Unidades para Uso e Ocupação Adequados

Ana Clara Cerminaro, Déborah de Oliveira

Resumo


A Bacia Hidrográfica do Ribeirão do Feijão está localizada em sua maior área no município de São Carlos, região central do Estado de São Paulo, e têm fundamental importância enquanto principal manancial urbano para a cidade. A presente pesquisa teve como intuito realizar uma análise física dos processos pedogenéticos e morfogenéticos que caracterizam a paisagem da área, através da produção materiais cartográficos de fatores físicos que caracterizam a mesma, no intuito de viabilizar uma análise da interação solo-relevo através da individualização de compartimentos geomorfológicos. Deste modo faz se essencial a descrição física da área bem como uma contextualização teórica e revisão bibliográfica dos conceitos e objetivos que envolvem a discussão e a fundamentação teórico-metodológica. A área que compreende a bacia do Ribeirão do Feijão está localizada na APA Corumbataí, e no município de São Carlos compreende a Área de Proteção e Recuperação de Mananciais do Ribeirão do Feijão (APREM), instituídas pela Lei 13.944 de 2006. A legislação vigente sobre o local expressa a necessidade e preocupação para conservação e gestão sustentável dos recursos hídricos ali disponíveis, entendendo a bacia hidrográfica como unidade sistêmica de planejamento.

Palavras-chave


unidades geomorfológicas, bacia hidrográfica, relação solo-relevo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.2.p352-364



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License