Distribuição e Aproveitamento da Mangaba (Hancornia Speciosa Gomes) em Sergipe, Nordeste, Brasil (Distribution and Exploitation of Mangaba (Hancornia speciosa Gomes) in Sergipe, Northeast, Brazil)

Jailton de Jesus Costa, Francisco de Assis Mendonça, Rosemeri Melo e Souza

Resumo


Por ser a mangabeira hoje, uma das mais importantes produtoras de matéria-prima para a indústria de sucos e sorvetes do Nordeste e Centro-Oeste, por ser o Estado de Sergipe o maior produtor no Brasil, pelo aumento do valor agregado à mangaba nos últimos anos (polpas, sorvetes, entre outros), e pela intensificação dos conflitos e da prática do seu extrativismo em diversas áreas do Estado de Sergipe, entre outros, faz-se necessária à geração de conhecimentos que fundamentem o cultivo e a permanência da Hancornia speciosa em Sergipe. Para tanto, o objetivo desse estudo foi realizar uma análise da distribuição e aproveitamento da Mangaba (Harconia speciosa Gomes) em Sergipe. Os procedimentos metodológicos aplicados nesse estudo acompanharam o método de abordagem, nesse caso, o modelo GTP – Geossistema/Território/Paisagem. Dentre os principais resultados obtidos com essa pesquisa, destaca-se que a maior produção da mangaba, no estado de Sergipe, encontra-se no litoral Sul. Discute-se a criação da Associação das Catadoras de Mangaba no município de Barra dos Coqueiros, assim como, as principais ameaças e demandas por povoado em cada município. Destaca-se como principal ameaça a fragilidade e/ou ausência de organização social entre as catadoras e como principal demanda, o acesso a terra. Conclui-se que a distribuição fitogeográfica da mangaba corrobora o confronto de dados entre as condições edafoclimáticas exigidas por esta espécie e as condições encontradas na área de estudo, sendo o foco no litoral sul de Sergipe.

 

 

 

A B S T R A C T

Given that mangaba tree is currently one of the most important raw materials for the juice and ice cream industry in the Northeast and Midwest regions of Brazil. The State of Sergipe is the largest producer in Brazil, and the value added to mangaba has increased in the last few years (pulps, ice creams, among others). Among other factors, there is an intensification of conflicts as well as the extractivism in several areas of the State of Sergipe, therefore, the need to generate knowledge on the cropping and permanence of Hancornia speciosa in Sergipe is of utmost importance. Accordingly, this study was intended to accomplish an analysis of the distribution and exploitation of Mangaba (Hancornia speciosa Gomes) in Sergipe. The methodological procedures applied in this study followed the approach method, in this case, the GTL model – Geosystem/Territory/Landscape. Among the main results obtained with this research, the fact that the largest mangaba production in the state of Sergipe can be found on the South coast stands out. Thus, this paper discusses the establishment of the Association of Mangaba Pickers in the town of Barra dos Coqueiros, besides the main threats and demands per village in each town of this region. The main threat to be highlighted is the frailty and/or lack of social organization among the pickers, and the main demand is the access to land. The conclusion is that the phytogeographic distribution of mangaba corroborates the confrontation of data among the edaphoclimatic conditions required by this species and the conditions found in the study area, which focused on the south coast of Sergipe.

Keywords: Threats, Cultivation, Phytogeography, GTL.


Palavras-chave


Ameaças; Cultivo; Fitogeografia; GTP; mangaba

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Ab’sáber, A.N., 2006. Brasil: Paisagens de Exceção: o litoral e o Pantanal Mato-grossense: patrimônios básicos. Ateliê Editorial, Cotia.

Fernandes, H.J.C., 2009. Etnografia visual das mangabeiras nas matas do tabuleiro costeiro. Dissertação (Mestrado). Natal, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Fonseca, E.L., Bolfe, E.L., Júnior, J.F.S., 2004. Zoneamento agrícola para espécies frutíferas tropicais do Centro-Sul do estado de Sergipe - abacaxi, banana, mamão e mangaba, 1 ed. Embrapa Tabuleiros Costeiros, Aracaju.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2011. Produção Agrícola. Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura. Brasília.

Lederman, I.E. et al., 2000. Mangaba (Hancornia speciosa Gomes), 1 ed. Funep, Jaboticabal.

Lima, I.L.P., 2010. Boas práticas de manejo para o extrativismo sustentável da Mangaba, 1 ed. Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Brasília.

Melo e Souza, R., Costa, J.J., 2011. Gênero e Espaço na Apropriação Fitogeográfica de Hancornia speciosa Gomes em Sergipe, Brasil. Revista Geográfica Acadêmica [online] 5. Disponível: https://revista.ufrr.br/rga/issue/download/183/10. Acesso: 15 mar. 2018.

Mota, D.M., Júnior, J.F.S., Schimitz, H., Rodrigues, R.F.A., 2011. A Mangabeira. As Catadoras. O Extrativismo, 1 ed. Embrapa, Belém.

Nascimento-Jr., J.E., Amaral, M.C.E., Bittrich, V., 2012. Flora de um trecho do Litoral Norte de Sergipe, Brasil. UNICAMP, Campinas.

Santos, S.S.C., Reis, V.S., Furlan, S.A., Melo e Souza, R., 2011. Biodiversidade e Potencial Fitoindicador da Vegetação de Dunas Costeiras da Barra dos Coqueiros, Sergipe, Brasil. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais [online] 2. Disponível: http://sustenere.co/journals/index.php/rica/article/view/ESS2179-6858.2011.001.0001/72. Acesso: 15 mar. 2018.

Santos, S.S.C., Melo e Souza, R., 2010. Dinâmica da Paisagem e Distribuição Fitogeográfica de espécies psamófitas em dunas costeiras - Barra dos Coqueiros, Sergipe. Geoambiente On-line [online] 14. Disponível: https://www.revistas.ufg.br/geoambiente/article/view/25998/14967. Acesso: 15 mar. 2018.

SEPLAN. Secretaria do Planejamento de Sergipe, 2007. Divisão do Estado de Sergipe em Territórios. Aracaju.

Vieira Neto, R.D., 2001. Recomendações técnicas para o cultivo da mangabeira, 1 ed. Embrapa Tabuleiros Costeiros, Aracaju.

Vieira Neto, R.D., Cintra, F.L.D., Ledo, A.S., Júnior, J.F.S., Costa, J.L.S., Silva, A.A.G., Cuenca, M.A.G., 2002. Sistema de produção de mangaba para os tabuleiros costeiros e baixada litorânea, 1 ed. Embrapa Tabuleiros Costeiros, Aracaju.

Vieira, D.L.M., Rodrigues, R.F.A, Cintra, F.L.D., 2010. Mapa do Extrativismo da Mangaba, 1 ed. Embrapa Tabuleiros Costeiros, Aracaju.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v11.1.p389-400

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License