O MODO DE PENSAR DA RAZÃO DUAL RACIAL: A BRANQUITUDE E O MESTIÇO-LACUNA

Lourenço da Conceição Cardoso

Resumo


O modo de pensar da razão dual racial produz a episteme sobre o negro como regra e epistemologia referente ao branco enquanto exceção. Essa racionalidade invisibiliza outras identidades que não se enquadram de maneira evidente na dualidade branco-negro. Quando problematizamos o mestiço, geralmente será o “mestiço-fruto” dessa forma de pensar, o mestiço-central, tornando outras possibilidadades de problematizações sobre a mestiçagem lacunas: mestiços-lacunas. Considero necessário criticar e caminhar além dessa racionalidade. Esta é uma primeira abordagem com esse propósito.


Palavras-chave


modo de pensar da razão dual racial; branquitude; mestiço-central; mestiço-lacuna.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32359/debin2018.v1.n2.p33-48



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.