Caracterização Granulométrica dos Depósitos de uma Vertente na Borda Planáltica Limítrofe entre o Segundo e o Terceiro Planalto Paranaense como Suporte à Compartimentação Local da Paisagem (Grain - Size Characterization of a Hillslope in Plateau ...)

Michael Vinicius de Sordi, Edison Fortes

Resumo


O presente estudo se fundamenta na utilização da análise granulométrica como subsídio para a compartimentação da paisagem. O estudo busca entender como se formaram as camadas superficiais existentes ao longo das vertentes da parte norte do Segundo Planalto Paranaense por meio do estudo de uma vertente localizada na bacia hidrográfica do rio São Pedro. A área se localiza na borda planáltica, transição entre o Segundo e o Terceiro Planalto Paranaense, área onde afloram rochas ígneas e sedimentares do Mesozóico e Paleozóico, caracterizada por grande densidade de falhas e fraturas e enxame de diques de diabásio de direção NW-SE, coincidente com o eixo do Arco de Ponta Grossa. Foram realizadas descrições dos depósitos in loco, onde também foram obtidas medidas dos clastos maiores e foi coletado material para análise granulométrica em laboratório. Também em campo foi realizado levantamento topográfico de detalhe utilizando GPS Geodésico, modelo ProMark 200, que permite obter dados horizontais e verticais com precisão milimétrica. As análises granulométricas revelaram a existência de compartimentos na vertente que se diferenciam pela topografia, extensão, mas também por sua composição granulométrica. Os resultados das análises indicaram materiais grosseiros na baixa vertente, níveis argilosos e por vezes cascalhosos à média vertente e níveis bem arenosos na alta vertente. Essa diferenciação indica que os processos de formação dos depósitos e a dinâmica atual e subatual destes é distinta em cada compartimento, demonstrando que a análise granulométrica é uma ferramenta eficiente para auxiliar na compartimentação da paisagem em escalas de análise locais.

Palavras-chave


Análise Granulométrica; Vertente; Compartimentação Topográfica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.2.p403-416



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License