Interlocuções teóricas nos estudos de gênero: um estudo de caso sob o prisma da complexidade

Benedito Gomes Bezerra, Renato Lira Pimentel

Resumo


Considerando a atual centralidade dos estudos de gênero, o objetivo deste artigo é investigar como se caracterizou, do ponto de vista teórico, a pesquisa de gênero no Nordeste brasileiro, a partir de dois programas de pós-graduação em que esses estudos se destacaram nas últimas décadas. Foi analisado, sob a ótica da complexidade, um corpus de dissertações e teses, observando-se nelas os autores e teorias mobilizados e os diálogos teóricos efetivados. Os resultados sugerem que os estudos de gênero no Nordeste tanto absorvem teorias exógenas, como encetam diálogos entre aportes teóricos diversos, caracterizando-se pela heterogeneidade, dinamicidade e não linearidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, Jean-Michel. A linguística textual: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

BAWARSHI, Anis S.; REIFF, Mary Jo. Gênero: história, teoria, pesquisa, ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

BAZERMAN, Charles. The Brazilian blend. In: LOUSADA, E. G.; FERREIRA, A. D’O.; BUENO, L.; ROJO, R.; ARANHA, S.; ABREU-TARDELLI, L. (Orgs.). Diálogos brasileiros nos estudos de gêneros textuais/discursivos. Araraquara: Letraria, 2016. p. 645-650.

BEZERRA, Benedito G. Gêneros no contexto brasileiro: questões (meta)teóricas e conceituais. São Paulo: Parábola Editorial, 2017.

BEZERRA, Benedito G. A propósito da “síntese brasileira” nos estudos de gêneros. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 24, n. 2, 2016, p. 465-491.

DOLZ, Joaquim. Prefácio: início de um diálogo necessário. In: LOUSADA, E. G.; FERREIRA, A. D’O.; BUENO, L.; ROJO, R.; ARANHA, S.; ABREU-TARDELLI, L. (Orgs.). Diálogos brasileiros nos estudos de gêneros textuais/discursivos. Araraquara: Letraria, 2016. p. 14-20.

LARSEN-FREEMAN, Diane. Chaos/complexity science and second language acquisition. Applied Linguistics, v. 18, p. 141-165, 1997.

LARSEN-FREEMAN, Diane; CAMERON, Lynne. Complex systems and applied linguistics. Oxford: Oxford University Press, 2008.

MARCUSCHI, Luiz Antonio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MEURER, José Luiz. Ampliando a noção de contexto na linguística sistêmico-funcional e na análise crítica do discurso. Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, v. 4, n. esp, p. 133-157, 2004.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 11. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MORIN, Edgar. Para sair do século XX. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

MOTTA-ROTH, Désirée. Análise crítica de gêneros: contribuições para o ensino e a pesquisa de linguagem. DELTA, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 341-383, 2008. Disponível em: http://www. scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-44502008000200007&lng =en&nrm=iso. Acesso em: 02 jun. 2020.

PAIVA, Vera Lúcia. M. O.; NASCIMENTO, Milton. Sistemas adaptativos complexos: língua(gem) e aprendizagem. Belo Horizonte: Faculdade de Letras/FAPEMIG, 2011.

PERELMAN, Chaim; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado de argumentação: a nova retórica. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

PIMENTEL, Renato L. Diálogos, caracterização e contribuições dos estudos de gêneros em teses e dissertações no Brasil. Recife. 2019. Tese (Doutorado em Letras) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2019.

PIMENTEL, Renato L.; LÊDO, Amanda C. O. Gêneros textuais e ensino: diálogos entre teorias de gênero em teses e dissertações na UFPE. In: LOUSADA, E. G.; FERREIRA, A. D’O.; BUENO, L.; ROJO, R.; ARANHA, S.; ABREU-TARDELLI, L. (Orgs.). Diálogos brasileiros nos estudos de gêneros textuais/discursivos. Araraquara: Letraria, 2016. p. 34-47.

SILVA, Xênia S. O gênero textual cartão publicitário: um estudo da transmutação genérica. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2011.

SILVA, Noadia I.; BEZERRA, Benedito G. O conceito de gênero em artigos científicos sobre ensino de língua materna: repercussões de quatro tradições de estudos. In: APARÍCIO, A. S. M.; SILVA, S. R. (Orgs.). Gêneros textuais e perspectivas de ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014. p. 17-48.

SWALES, John M. Research genres: exploration and applications. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

VIAN JR., Orlando. Beyond the three traditions in genre studies: a Brazilian perspective. In: ARTEMEVA, N.; FREEDMAN, A. (Ed.). Genre studies around the globe: beyond the three traditions. Winnipeg: Inkshed, 2015. p. 95-114.






Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.