Desconhecidos revelados na Literatura e na realidade: uma proposta pedagógica baseada em “O conto da ilha desconhecida”, de José Saramago

Isadora Eccard Bersot, Monique Rohem

Resumo


O presente trabalho objetiva apresentar uma atividade pedagógica de interpretação de textos baseada em O conto da ilha desconhecida, de José Saramago (1998), organizada em uma sequência básica (COSSON, 2006) constituída por quatro passos: motivação, introdução, leitura e interpretação, que se destina ao 3º ano do ensino médio. Para fins de análise, as questões de interpretação que seguem o último passo vêm acompanhadas por respostas previstas, já que se pressupõe ser a leitura um processo intersubjetivo e, portanto, dependente da ação efetiva do leitor sobre o texto. O exercício proposto se baseia majoritariamente em questões de cunho inferencial e global, que exigem não só conhecimentos textuais, mas também extratextuais (MARCUSCHI, 2008). Intenta-se, com isso, exemplificar uma possibilidade de aplicação prática da sequência básica que visa à ampliação do letramento literário do alunado tanto pela oportunidade de contato com o texto escolhido quanto pelas relações propostas entre a obra, o presente dos estudantes e a atualidade social do país. Deste modo, confirma-se que todo o processo de leitura, que se fundamenta na interpretação, fomenta a competência leitora e fruitiva dos estudantes (FERES, 2011), bem como contribui para a formação de suas identidades literária e sociocultural.

Palavras-chave


Interpretação; Sequência Básica; Leitura

Referências


AMARAL, Vera Lúcia do. A psicologia da adolescência. In: Psicologia da educação. Natal: EDUFRN, 2007. Disponível em:

PAR_UAB/Fasciculos%20-%20Material/Psicologia_Educacao/Psi_Ed_A05_J_GR_

pdf>. Acesso em: 20 abr. 2020.

ANDRADE, Carlos Drummond de. Nova reunião: 23 livros de poesia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. 4ª ed. São Paulo: Publifolha, 2018.

BRAGA, Rubem. O padeiro. In: Ai de ti, Copacabana. Rio de Janeiro: Record, 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 mai. 2019.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2006.

DENCK, Diego. 20 capas alternativas e cheias de memes para clássicos da literatura. Mega Curioso, 2018. Disponível em:

whatsapp&utm_medium=noticias&utm_campaign=compartilhamento>. Acesso em: 14 mai. 2019.

EMEDIATO, Wander. Contrato de leitura, parâmetros e figuras do leitor. In: MARI, Hugo; WALTY, Ivete; FONSECA, Maria Nazareth Soares. Ensaios sobre leitura 2. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2007.

FERES, Beatriz dos Santos. Leitura, fruição e ensino: com os meninos de Ziraldo. Rio de Janeiro: EDUFF, 2011.

JOUVE, Vincent. A leitura. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2014.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Terceira parte: Processos de compreensão. In: Produção textual, análise de gêneros e compreensão. Parábola Editorial, 2008.

POSSAMAI, Darlei. Filosofia no ensino médio: o gênero história em quadrinhos numa perspectiva de letramento. UNISUL: Tubarão, 2006. pp. 81–86. Disponível em: . Acesso em: 14 mai. 2019.

SANTOS, Leonor Werneck; RICHE, Rosa Cuba; TEIXEIRA, Claudia Souza. Análise e produção de textos. São Paulo: Contexto, 2012.

SARAMAGO, José. O conto da ilha desconhecida. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

VIGGIANO, Giuliana. Página do Facebook une literatura com memes e o resultado é hilário. Revista Galileu. Editora Globo, 2017. Disponível em:

Tecnologia/Internet/noticia/2017/10/pagina-do-facebook-une-literatura-com-memes-e-resultado-e-hilario.html>. Acesso em: 14 mai. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.