A Influência Climática sobre a Epidemia Dengue na Cidade do Recife por Sistema de Informações Geográficas (Climate Influence on Dengue Epidemic in Recife City by Geographic Information System)

Rodolfo César Lima, Elvis Bergue Mariz Moreira, Ranyére Silva Nóbrega

Resumo


Entender a dinâmica climática sobre a saúde da população é de fundamental importância, principalmente quando está associada com fatores epidemiológicos. O clima neste sentido tem uma importância substancial na dispersão e proliferação de vetores patogênicos, que somado aos fatores socioeconômico e ambiental é otimizado, causando epidemias como a dengue. As variações climáticas, mudanças na temperatura e o regime de chuva, originam uma série de situações que se relacionam com questões de ordens ecológicas e com o equilíbrio das populações humanas, provocando enchentes, secas e inundações, com isso o aparecimento de epidemias denominadas de doenças de veiculação hídrica. Neste contexto surge o sistema de informações geográficas (SIG), que utiliza mapas na análise do espaço e planejamento no controle de doenças e epidemias. Diante dessa perspectiva, o presente trabalho tem como objetivo analisar espacialmente por meio de mapas temáticos as variações climáticas que influenciam a proliferação epidemiológica da dengue no Munícipio do Recife.  Os resultados obtidos indicam que a dinâmica climática, a distribuição e acúmulo de chuva está relacionado com a quantidade de casos de dengue no Município, onde foram confirmados para o período 1.844 correlacionados à um acúmulo pluviométrico de 10215,02 mm e com temperatura média de 26ºC, máxima de 29,7°C e mínima de 22,2ºC. Os meses mais chuvosos apresentaram maior incidência nos casos de dengue, nesses, o mosquito transmissor da dengue encontra condições favoráveis para a procriação mediante as temperaturas serem elevadas durante a estação chuvosa, destacando-se: maio, junho e julho. 

 

 

A B S T R A C T

As Climate Changes in the last year has caused amendments temperature patterns and no rain regime. These changes exert influence NAS Questions Orders ecological and with the balance of human populations, causing floods, droughts and floods, with the emergence of epidemics THAT termed waterborne diseases. In this context increased the Geographic Information System (GIS) which uses maps in the analysis do not Space and Planning Control of Diseases and epidemics. Faced with this perspective, the present work is to analyze spatially through Thematic Climate Variations Maps What influence the epidemiological spread of dengue in the city of Recife. The results indicate that climate dynamics, Distribution and rain accumulation IS related dengue cases Amount of the city, Where Were confirmed FOR 1,844 Period correlated TO hum accumulation rainfall of 10215.02 mm and temperature average of 26ºC , Maximum of 29.7 ° C and Minimum 22,2ºC. The rainy months more had higher incidence in dengue cases, sas, the mosquito that transmits dengue are favorable conditions for breeding will Upon temperatures as Being High During a wet season, particularly: May, June and July.

Keywords: precipitation, temperature, climate Seasonality

 

 


Palavras-chave


Precipitação,Temperatura, SIG, Sazonalidade climática

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.2.p384-398



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License