Ilha de Calor Urbana: Um Estudo de Caso no Campus IV da UFPB (Urban Heat Islands:A Study Case in the Campus IV of UFPB)

Anne Falcão de Freitas, Joel Silva dos Santos

Resumo


No espaço intra-urbano do Campus IV da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), encontramos áreas com revestimento de concreto e cerâmica, contíguo a um remanescente de Mata Atlântica, as quais determinam o aparecimento de diferentes temperaturas e umidades, contribuindo assim para a formação da ilha de calor. Dessa forma, o principal objetivo do presente estudo consiste em verificar as alterações do campo térmico, e especificamente calcular a intensidade da ilha de calor (IC) e o índice de conforto térmico (IDT) da área de estudo, durante dos períodos: seco e chuvoso. Para isso, foram realizadas medições da temperatura e umidade relativa do ar durante os dois períodos mencionados, utilizando termohigrômetro em 5 pontos experimentais na área de estudo. Para verificar o nível de conforto térmico da população e sua relação com o tipo de cobertura de solo de cada ponto analisado foi utilizado o Índice de Thom. Para o cálculo da ilha de calor urbana foi utilizado um ponto de referência, a partir do qual foram calculados os valores. Os resultados permitiram caracterizar o microclima local e identificar alterações no ambiente provocadas pelo material impermeável, os quais repercutem no IDT e na intensidade da IC. Além disso, a sazonalidade influencia nessas variáveis.

Palavras-chave


Campo térmico urbano, Ilha de Calor, Anomalia Térmica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.3.p811-822



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License