Análise das mudanças morfológicas em escala de detalhe em voçoroca urbana utilizando perfilamento a laser e veículo aéreo não tripulado

Fernando da Silva Alexandre, Ana Lúcia Bezerra Candeias, Daniel Dantas Moreira Gomes

Resumo


O solo é um dos recursos naturais mais importantes para a humanidade e vital para o funcionamento dos ecossistemas, a erosão linear do solo por processos hídricos é considerada um dos maiores modificadores naturais da paisagem. Dentre os processos erosivos lineares tem-se as voçorocas, que são uma forma típica de erosão nas regiões semiáridas, com alta atividade morfológica e dinâmica observável. A voçoroca urbana deste estudo se localiza no bairro Dom Hélder Câmara, na cidade de Garanhuns, agreste pernambucano, a voçoroca se localiza próxima a moradias, com casa a cerca de 13 metros de distância de sua borda, além de apresentar quase que completa ausência da cobertura vegetal arbórea e presença de culturas agrícolas em seu interior. O estudo em questão visou analisar as mudanças morfológicas da voçoroca na escala de 1:1.000 entre os anos de 2016 e 2018, através da quantificação e espacialização do material erodido, para tanto se utilizou dados de perfilamento a laser advindos do projeto PE3D e de modelo digital de terreno gerador a partir de um veículo aéreo não tripulado. Obteve-se como resultado que entre os dois anos houve aumento areal da voçoroca de cerca de 2.408,37 m² de área total e foram erodidos cerca de 143,039,24 m³ de material em toda a área de estudo.

Palavras-chave


Garanhuns; erosão linear; voçorocas semiáridas.

Referências


Alexandre, Fernando da Silva et al., 2017. Aerofotogrametria de pequeno formato aplicada a realização da cartografia básica da cidade de Palmeirina-PE. Os Desafios da Geografia Física na Fronteira do Conhecimento, v. 1, n. 2017, p. 5565–5572. Disponível: https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2220.

Alexandre, Fernando da Silva; Candeias, Ana Lúcia Bezerra; Gomes, Daniel Dantas Moreira, 2020. Modelagem cartográfica para a delimitação das paisagens da bacia hidrográfica do Alto Curso do Rio Mundaú - Pernambuco/Alagoas, Nordeste, Brasil. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 12, n. 7, p. 2489–2502, 31 jan. Disponível: https://doi.org/10.26848/rbgf.v12.7.p%25p.

Arabameri, Alireza; Pourghasemi, Hamid Reza, 2019. Spatial Modeling of Gully Erosion Using Linear and Quadratic Discriminant Analyses in GIS and R. [S.l.]: Elsevier Inc. Disponível: http://dx.doi.org/10.1016/B978-0-12-815226-3.00013-2>.

Azambuja, Renata Nunes Análise, 2007. Análise Geomorfológica em áreas de expansão urbana no município de Garanhuns - PE. Universidade Federa de Pernambuco, Departamento de ciências geográficas, dissertação de mestrado.

Campo-Bescõs, M. A. et al, 2013. Evaluation of a gully headcut retreat model using multitemporal aerial photographs and digital elevation models. Journal of Geophysical Research: Earth Surface, v. 118, n. 4, p. 2159–2173. Disponível: https:// doi:10.1002/jgrf.20147.

Castillo, C.; Gómez, J. A, 2016 A century of gully erosion research: Urgency, complexity and study approaches. Earth-Science Reviews, v. 160, p. 300–319. Disponível: http://dx.doi.org/10.1016/j.earscirev.2016.07.009

Daba, Shibru; Rieger, Wolfgang; Strauss, Peter, 2003. Assessment of gully erosion in eastern Ethiopia using photogrammetric techniques. V. 50, p. 273–291.

Frankl, Amaury et al, 2012. Gully head retreat rates in the semi-arid highlands of Northern Ethiopia. Geomorphology, v. 173–174, p. 185–195. Disponível: http://dx.doi.org/10.1016/j.geomorph.2012.06.011.

Gomes, Daniel Dantas Moreira, 2015. Geoprocessamento aplicado à análise e zoneamento dos sistemas ambientais da bacia hidrográfica do Rio Mundaú - PE/AL. 2015. Universidade Federal do Ceará, Departamento de geociências, tese de doutorado.

Infanti Jr, N.; Fornasari Filho, N., 1998. Processos de dinâmica superficial. In: Oliveira, A. M. Dos S.; Brito, S. N. A. (Org.). Geologia de Engenharia. São Paulo: Associação Brasileira de Geologia de Engenharia, P. 131–152.

Liu, Honghu et al, 2020. Using high-resolution aerial images to study gully development at the regional scale in southern China. International Soil and Water Conservation Research, 16 abr. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.iswcr.2020.03.004.

Marchioro, Eberval; Andrade, Edilene E.; Oliveira, João Carlos, 2016. Evolução espaço-temporal de voçorocas no espírito santo: estudo de caso nos municípios de afonso cláudio e alegre. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 17, p. 191–204. Disponível: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v17i1.712

Martins, B. et al., 2020. The development of gullies in a Mediterranean environment: The example of the Corgo gully (central Portugal). Energy Reports, v. 6, p. 794–799, 1 fev. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.egyr.2019.11.004

Marzolff, I.; Poesen, J., 2009. The potential of 3D gully monitoring with GIS using high-resolution aerial photography and a digital photogrammetry system. Geomorphology, v. 111, n. 1–2, p. 48–60, Disponível: https://doi.org/10.1016/j.geomorph.2008.05.047

Poesen, Jean et al., 2003. Gully erosion and environmental change: Importance and research needs. Catena, v. 50, n. 2–4, p. 91–133. Disponível: https://doi.org/10.1016/S0341-8162(02)00143-1

Real, Ligia Sampaio Corte et al., 2020. Proposition for a new classification of gully erosion using multifractal and lacunarity analysis: A complex of gullies in the Palmital stream watershed, Minas Gerais (Brazil). Catena, v. 186, n. April 2019, p. 1–21. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.catena.2019.104377

Rosa, Roberto, 2009. Introdução ao sensoriamento remoto. 7. Ed. [S.l.]: EDEFU.

Rubira, Felipe Gomes; Melo, Georgea do Vale de Melo; Oliveira, Filipe Kallás Suhadolnik, 2016. Proposta De Padronização Dos Conceitos De Erosão Em Ambientes Úmidos De Encosta. Revista de Geografia (Recife), v. 33, n. 1. Disponível:https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistageografia/article/view/229235/0

SILVA, Cristiano Alves Da et al., 2015. Utilização de VANT para geração de ortomosaicos e aplicação do Padrão de Exatidão Cartográfica (PEC). XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, João Pessoa-PB, Brasil, INPE, n. 1, p. 6381–6388.

Sopchaki, Carlos Henrique et al., 2018. Verificação da qualidade de ortomosaicos produzidos a partir de imagens obtidas com aeronave remotamente pilotada sem o uso de pontos de apoio. Raega - O Espaço Geográfico em Análise, v. 43, n. 0, p. 200–214.

Sousa, Alik Timóteo de, 2010. Caracterização De Voçorocas Em Bordas De Relevo Residual Tabular Em Quirinópolis-Go. 2010. 170 p. Universidade Federal de Goiás, Departamento de agronomia, tese de doutorado.

Souza, Raul Morais et al., 2019. UAV Photogrammetry: Land Survey and Soil Loss Estimation of Gully Erosion UAV Photogrammetry: Land Survey and Soil Loss Estimation of Gully Erosion in Ouro Branco, MG, Brasil. Geotechnical Engineering in the XXI Century: Lessons learned and future challenges, n. December, p. 0–8. Disponível: https://doi:10.3233/STAL190230

Vanmaercke, Matthias et al., 2016. How fast do gully headcuts retreat?. Earth-Science Reviews, v. 154, p. 336–355. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.earscirev.2016.01.009

Vrieling, A. et al., 2007. Automatic identification of erosion gullies with ASTER imagery in the Brazilian Cerrados. International Journal of Remote Sensing, v. 28, n. 12, p. 2723–2738, 29 jun. Disponível em: . Acesso em: 6 maio 2020.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v14.2.p%25p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License