v. 32, n. 1 (2014)

Jan-Jun. Dossiê: Circulação de saberes no Mundo Atlântico: escrita da história, cultura letrada e cultura científica.

A chegada dos europeus ao Novo Mundo promoveu, desde os primeiros contatos que se estabeleceram com as populações nativas, a produção de uma extensa e diversificada gama de documentos oficiais, relatos de viagens, crônicas, tratados, desenhos, mapas, inventários de história natural e coleções de espécimes. Mais do que meras percepções da Europa acerca do mundo que a expansão marítima, a conquista e a colonização criaram, esta produção escrita, iconográfica e cartográfica evidencia tanto a circulação de ideias, pessoas, objetos, saberes e práticas, quanto as configurações étnicas e identitárias resultantes do intenso contato intercultural. Uma produção que aponta, portanto, para a intensa circulação de ideias e de conhecimentos entre a América, a África e a Europa ocorrida durante a Idade Moderna.

Sumário

Apresentação

Eliane Cristina Deckmann Fleck, Marília Azambuja Ribeiro
PDF

Dossiê

Ana Carolina de Carvalho Viotti
PDF
Luis Guilherme Assis Kalil, Renato Denadai da Silva
PDF
Ane Luíse Silva Mecenas Santos
PDF
Caroline Garcia Mendes
PDF
Kleber Clementino da Silva
PDF
Antonio Astorgano Abajo
PDF
Marcelo Cheche Galves, Romário Sampaio Basílio
PDF
Igor de Lima Silva
PDF

Artigos Livres

Breno Lisboa
PDF
André Cabral Honor
PDF

Resenhas

Márcio Ananias Ferreira Vilela
PDF

Sobre a Revista

Flávio Weinstein Teixeira
PDF