A CONSTRUÇÃO ACADÊMICA DA CIÊNCIA POLITICA EM MOÇAMBIQUE: FORMAÇÃO E PERFIL

Kátia Sara Henriques Xavier-Zeca

Resumo


O artigo é parte de uma pesquisa exploratória sobre a Construção acadêmica da Ciência Politica em Moçambique: Formação e perfil embasado nos contributos das Instituições de ensino superior e Instituições de pesquisa. O objetivo  é mapear como o conhecimento em torno da Ciencia Politica  foi construido em um país do sul global, onde a primeira instituição de ensino superior tem pouco mais de 50 anos. Em termos metodológicos partiu-se de uma abordagem de revisão sistematica da literatura e dos dados existentes sobre as teses em Ciência Política.

Pode-se concluir que o desenvolvimeno da disciplina dá-se ao mesmo tempo em que inicia o processo de democratização. Os seus estudos sao muito marcados com a necessidade de tentar perceber a participação do eleitorado nas eleições gerais.


Palavras-chave


Conhecimento; Ciência Política; Moçambique.

Texto completo:

PDF

Referências


BRATTON, Michael. Civil society and political transition in africa. IDR Reports, v. 11, n. 6, p. 1–21, 1994.

BRATTON, Michael (ED.). Voting and Democratic Citizenship in Africa: an Overview. In: Voting and Democratic Citizenship in Africa. Boulder: Lynne Rienner Publishers, 2013.

BRATTON, Michael; MATTES, ROBERT; GYIMAH-BOADI, E. Introduction. In: Public Opinion , Democracy , and Market reform in Africa. Cambridge: Cambridge University Press, 2005.

BRITO, Luis De. A Democracia à Prova das Urnas: Elementos para um Programa de Pesquisa Sobre a Abstenção Eleitoral em Moçambique. In: Conferência Inaugural do IESE: Desafios Para a Investigação Social e Económica em Moçambique 2007, Maputo. Anais... Maputo

BRITO, Luis De. Um Olhar para a abtsenção eleitoral em 2014. In: BRITO, Luis et al. (Eds.). IESE ed. Maputo: IESE, 2017. p. 23–34.

BRITO, Luis. Revisão da Legislação Eleitoral, algumas propostas para o Debate. 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 jun. 2018.

CAU, Hilário Simões. A Construção do Estado em Moçambique e as Relações com o Brasil. 2011. Universidade Federal do Rio GRande do Sul, [s. l.], 2011. Disponível em:

CUCO, Arcénio Francissco. Caminhos e DEscaminhos do Processo de democratização de Moçamboque: democratização pacifica ou uma trégua tensa? 2016. UFRGS, [s. l.], 2016.

FEDDERSEN, Timothy; SANDRONI, Alvaro. A theory of participation in elections. American Economic Review, [s. l.], v. 96, n. 4, p. 1271–1282, 2006. Disponível em: . Acesso em: 28 maio. 2018.

GERDES, Paulo. Mil e Tantas teses de doutoramento de moçambicanos ou sobre Moçambique. 3 edição ed. Maputo.2013. Disponível em:

GYIMAH-BOADI, E.; BROBBEY, Victor. Ghana. Countries at the Crossroads 2012, [s. l.], p. 1–15, 2012. Disponível em:

INGLEHART, Ronald; WELZEL, Christian. Modernização. Mudança Cultural e Democracia: a sequência do desenvolvimento humano. Tradução Hilda Maria Lemos Pantoja Coelho. São Paulo: Editora Francis e Editora Verbena, 2009.

KEINERT, Fábio Cardoso; Silva, Dimitri Pinheiro. A gênese da Ciência Política brasileira. Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 22, 2010.

KUENZI, Michelle; LAMBRIGHT, Gina M. S. Who votes in Africa ? An examination of electoral participation in 10 African countries. Party Politics, v. 17, n. 6, p. 767–799, 2010.

LOWI, Theodore. o Estado e a Ciênci Política ou como nos convertemos naquilo que estudamos. BIB, , v. 38, p. 3–14, 1994.

PASQUINO, Gianfranco. Capítulo 1: Naturaleza y Evolucion de la disciplina. In: PASQUINO, Gianfranco (editor) (Ed.). Manual de Ciência Política. 8ª edição ed. [s.l.] : Alianza Editorial, 1996.

ALMOND, Gabriel A.; POWELL, G. B. jr. Comparative politics: a developmental approach. Boston and Toronto: Litle, Brown and Company, 1966.

PPGCP. Dados das 530 Teses e Disssertações defendidas no PPG DAS 530 PPG Ciência Política da UFRGS entre 1977-2019. 2019. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2019.

PINTO, Ramos Pedro. Os trilhos da ciência política portuguesa: uma conversa com David Goldey. Análise Social, vol. XLVI (200), p. 605-610, 2011.

SEN, Amartya. Introdução: Desenvolvimento como Liberdade. In: Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Editora Schwarcz, 2000. p. 135–187.

SHAAPERA, Simon Aondohemba. Theories of the State : Perspectives on the Nigerian Variant. European Scientific Journal, v. 8, n. 20, p. 11–27, 2012.

SHAAPERA, Simon Aondohemba. Evaluating the social contract theoretical ideas of Jean Jacques Rousseau : An analytical perspective on the state and relevance to contemporary society. African Political Journal of Political Science and International relations, v. 9, n. 2, p. 36–41, 2015.

ZECA, Emilio Jovando. Segurança Nacional, Direito à Informação e Proteção do Segredo do Estado em Moçambique: Desafios e Perspetivas. 2018. Universidade Federal do Rio Grande de Sul, Porto Alegre, 2018.




DOI: https://doi.org/10.32359/debin2019.v2.n7.p212-230



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.