MULHERES DE VELHICES DISSIDENTES E SEXUALIDADES TRANSGRESSORAS

Alice Alves Menezes Ponce de Leão

Resumo


A vivência da sexualidade feminina na velhice está ligada diretamente à história de vida das mulheres. Os fatores impeditivos ou reativadores da sexualidade estão condicionados menos em razão de fatores biofisiológicos e mais em relação à forma como as mulheres idosas elaboram e ressignificam a sua condição feminina ao longo do tempo e na velhice. A gestão contemporânea da velhice e as lutas feministas se constituem enquanto vias emancipatórias para a realização de uma sexualidade prazerosa até o final da vida. Este trabalho mergulha na teoria feminista para elaborar uma análise do papel transgressor que a mulher idosa vem protagonizando no desenho de uma velhice dissidente a partir do exercício da sua sexualidade.


Palavras-chave


Velhice; Gênero; Sexualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt; DESSAL, Gustavo. O retorno do pêndulo: sobre a psicanálise e o futuro do mundo líquido. Tradução Joana Angélica d’Ávila Melo. Rio de Janeiro: Zahar, 2017;

BEAUVOIR, Simone de. O Segundo Sexo – Vol. 2 – A experiência vivida. Tradução de Sérgio Milliet. 3ª edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2016;

BRIGEIRO, Mauro; MAKSUD, Ivia. Aparição do Viagra na cena pública brasileira: discursos sobre corpo, gênero e sexualidade na mídia. Revista Estudos Feministas, n. 17, vol. 1. Florianópolis, 2009;

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Tradução: Maria Helena Kühner. 3ª ed. Rio de Janeiro: BestBolso, 2016;

BOZON, Michel. Sociologia da sexualidade. Tradução: Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Editora FVG, 2004;

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Tradução de Renato Aguiar. 17ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2019;

DEBERT, Guita Grin. A invenção da terceira idade e a rearticulação de formas de consumo e demandas políticas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 12, n. 34. São Paulo, 1997;

_________________. Gênero e Envelhecimento. Revista Estudos Feministas, v. 2, n. 3, Florianópolis, 1994;

DEL PRIORE, Mary. História do amor no Brasil. 3ª edição. São Paulo: Contexto, 2015;

GAGNON, John H. Uma interpretação do desejo: ensaios sobre o estudo da sexualidade. Tradução de Lúcia Ribeiro da Silva. Rio de Janeiro: Garamond, 2006;

GIDDENS, Anthony. A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1993;

GOLDENBERG, Mirian. Coroas. Rio de Janeiro: BestBolso, 2015;

____________________. A bela velhice. 5ª edição. Rio de Janeiro: Record, 2014;

LEÃO, Alice Alves Menezes Ponce de. Serviço Social e Velhice: perspectivas para o trabalho do assistente social na promoção à saúde do idoso. Manaus: EDUA, 2015;

LISPECTOR, Clarice. Mas vai chover. In: A via crucis do corpo (contos). Rio de Janeiro, Rocco, 1998;

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução de Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 2ª edição. São Paulo: Martins Fontes, 1999;

MORIN, Edgar. O método 5: a humanidade da humanidade. Tradução de Juremir Machado da Silva. 5ª edição. Porto Alegre: Sulina, 2012;

MOTTA, Alda Brito. As dimensões de gênero e classe social na análise do envelhecimento. Revista Cadernos Pagu, n. 13, Campinas, 1999;

NONATO, Alice Alves Menezes Ponce de Leão; SASSAKI, Yoshiko. Um retrato da sexualidade da mulher idosa no conto “Mas vai chover”, de Clarice Lispector. Revista Graphos, vol. 18, n. 1, 2016;

PASCUAL, Cosme Puerto. A sexualidade do idoso vista com novo olhar. Tradução de Alda da Anunciação Machado. São Paulo: Edições Loyola, 2002;

PATEMAN, Carole. O contrato sexual. Tradução: Marta Avancini. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993;

PINSKY, Carla Bassanezi. Mulheres dos anos dourados. In: DEL PRIORE, Mary. História das mulheres no Brasil. 10ª edição. São Paulo: Contexto, 2017;

PONCE DE LEÃO NONATO, Alice Alves Menezes. Sexo e sexualidade na velhice: práticas transgressoras e negociadas no contexto amazônico. Tese de doutorado. Universidade Federal do Amazonas, 2018;

REED, Evelyn. Sexo contra sexo ou classe contra classe. 12ª edição. São Paulo: Editora Instituto José Luís e Rosa Sundermann, 2008;

RIBEIRO, Euler Esteves. Envelhescência: Envelhecer bem e com qualidade! Rio de Janeiro: UnATI/UERJ, 2008;

RIBEIRO, Alda. Sexualidade na Terceira Idade. In: Gerontologia: a velhice e o envelhecimento em visão globalizada. NETTO, Matheus Papaléo (org.). São Paulo: Editora Atheneu, 2005;

ROIZ, Diogo da Silva. A história do corpo feminino e masculino no ocidente medieval. Cadernos Pagu, volume 33, Campinas (SP), 2009.

SHEEHY, Gail. O sexo e a mulher madura – em busca das paixões da vida. Tradução de Waldéa Barcellos. Rio de Janeiro: Rocco, 2008;

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Tradução de Christine Rufino Dabat e Maria Betânia Ávila. Recife: SOS Corpo, 1991.




DOI: https://doi.org/10.32359/debin2020.v3.n9.p125-152



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.