English as a Medium of Instruction in language policies of Brazilian public universities towards internationalization

Juliana Michelon Ribeiro

Resumo


Abstract: Internationalization is considered a fundamental feature for higher education in the 21st century (BAUMVOL; SARMENTO, 2016a). At the Federal University of Santa Maria (UFSM), this process is the first of the seven challenges of the Institutional Plan of Development (PDI - 2016-2026). One of the strategic goals cited by the academic community about internationalization is the offer of disciplines where English is the medium of instruction (EMI) (DUARTE; PRETTO; HENDGES, 2018). Considering the need of a cartography of the demand for EMI at UFSM, this study is part of a project that aims to investigate discourses about EMI at UFSM and focuses on the analysis of federal universities language policies in order to describe the presence and nature of EMI in these documents. Results show a favorable environment for the adoption of EMI: 88% of the documents referred to EMI, 11 terms were identified as EMI references, and the average of 2,3 mentions per document. Those data will ground the implementation of technologies related to academic literacy and EMI, and courses and activities about EMI for professors. It is expected to contribute to the internationalization challenge, which, in turn, can produce a positive impact through the practice of EMI, preparing UFSM students for an international environment and attracting foreign researchers.

 

Resumo: A internacionalização é considerada uma característica fundamental do ensino superior no século XXI (BAUMVOL; SARMENTO, 2016a). Na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), esse processo é o primeiro dos sete desafios do Plano Institucional de Desenvolvimento (PDI - 2016-2026). Um dos objetivos estratégicos citados pela comunidade acadêmica sobre internacionalização é a oferta de disciplinas em que o inglês seja o meio de instrução (English as a Medium of Instruction - EMI) (DUARTE; PRETTO; HENDGES, 2018). Considerando a necessidade de uma cartografia da demanda de EMI na UFSM, este estudo faz parte de um projeto de pesquisa que tem como objetivo investigar discursos sobre o EMI na UFSM e se concentra na análise de políticas de linguagem das universidades federais, a fim de descrever a presença e natureza de EMI nesses documentos. Os resultados mostram um ambiente favorável para a adoção do EMI: 88% dos documentos referem-se ao EMI, 11 termos foram identificados como referências ao EMI e a média é de 2,3 menções de EMI por documento. Esses dados fundamentarão a implementação de tecnologias relacionadas aos letramentos acadêmicos e EMI, além de cursos e atividades sobre a EMI para professores. Espera-se contribuir para o desafio da internacionalização que, por sua vez, podem produzir um impacto positivo através da prática do EMI, preparando os estudantes da UFSM para um ambiente internacional e atraindo pesquisadores estrangeiros.


Palavras-chave


Internationalization; Language Policy; English as a Medium of Instruction; Academic Literacies

Texto completo:

PDF (English)

Referências


ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B.; BARBOSA, W. J. C.; BLUM, A. S. O programa inglês sem fronteiras e a política de incentivo à internacionalização do ensino superior brasileiro. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Org.). Do inglês sem fronteiras aos idiomas sem fronteiras: a construção de uma política linguística para a internacionalização. 1 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016. vol. 1, p. 19-46.

BAUMVOL, L. K.; SARMENTO, S. Can the Use of English as a Medium of Instruction Promote a More Inclusive and Equitable Higher Education in Brazil? Simon Fraser University Educational Review. Burnaby, v. 12, n. 2, p. 87-105, 2019.

BAUMVOL, L. K.; SARMENTO, S. O uso do inglês como meio de instrução no contexto do ensino superior brasileiro: percepções de docentes. In: COLÓQUIO DE LINGUÍSTICA, LITERATURA E ESCRITA CRIATIVA, IX., 2016, porto Alegre/RS. Anais. Porto Alegre/RS: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2016a. p. 362-370.

BAUMVOL, L. K.; SARMENTO, S. Internationalization at Home and the use of English as a Medium of Instruction / Internacionalização em Casa e o uso de Inglês como meio de Instrução. In: BECK, M. S. et al. (Org.). Echoes. Florianópolis: EdUFSC, 2016b.

BRASIL. Ciência Sem Fronteiras. O que é? 2014. Disponível em: http://www.cienciasemfronteiras.gov. br/web/csf/o-programa. Acesso em: 11 nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Idiomas sem fronteiras – ISF. 2012. Disponível em: http://http://isf.mec.gov.br/programa-isf/entenda-o-isf. Acesso em: 11 nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Edital no 29/2017. [Chamada pública para recredenciamento de universidades federais para atuação como núcleo de línguas (NucLi-IsF) no âmbito do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF)]. Diário Oficial da União: seção 3: Secretaria da Educação Superior, Brasília, DF, n. 73, p. 35, 13 abr. 2017. Disponível em:

http://isf.mec.gov.br/images/2017/Edital_29_2017.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

DEARDEN, J. English as a medium of instruction - a growing global phenomenon. Manchester: British Council, 2014.

DUARTE, T. V.; PRETTO, A. M., HENDGES, G. R. O papel do inglês no desafio de internacionalização da Universidade Federal de Santa Maria: uma análise do Plano de Desenvolvimento Institucional 2016-2026. In: ENCONTRO NACIONAL DE NUCLI DO PROGRAMA IDIOMAS SEM FRONTEIRAS, 2018, Uberlândia. Caderno de Resumos. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia, 2018. p. 84.

FINARDI, K. R.; ROJO, R. A. O. Globalization, Internationalization and Education: What is the Connection? Ijaedu- International E-journal Of Advances In Education. Istanbul, v. 1, n. 1, p. 18-25, 2015.

GUIMARÃES, F. F.; FINARDI, K. R.; CASOTTI, J. B. C. Internationalization and Language Policies in Brazil: What is the relationship? Rev. Bras. Linguíst. Apl. Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p. 295-327, 2019.

HENDGES, G. R. Inglês como meio de instrução na UFSM: políticas, percepções e implementação em direção à internacionalização. GAP CAL/UFSM n. 051325, 2018.

JENKINS, J.; COGO, A.; DEWEY, M. Review of developments in research into English as a lingua franca. Language Teaching. New York, v. 44, n. 3, p. 281-315, 2011.

KNIGHT, J. Higher Education in Turmoil: the Changing World of Internationalization. Rotterdam: Sense Publishers, 2008.

LEAL, F. G.; MORAES, M. C. B. Decolonialidade como epistemologia para o campo teórico da internacionalização da Educação Superior. Education Policy Analysis Archives. Tempe, v. 26, p. 1-29, 2018.

LILLIS, T.; SCOTT, M. Defining academic literacies research: issues of epistemology, ideology and strategy. Journal of Applied Linguistics and Professional Practice. Scheffield, v. 4, n. 1, p. 5-32, 2007.

MARTINEZ, R. English as Medium of Instruction (EMI) in Brazilian Higher Education: Challenges and Opportunities. In: FINARDI, K. (Org) English in Brazil: Views, Policies and Programs. Londrina: Eduel, 2016. p. 191-228.

MCCARTY, T. L. Ethnography and language policy. Abingdon: Routledge, 2010.

NICOLAIDES, C. S.; TILIO, R. C. Políticas de ensino e aprendizagem de línguas adicionais no contexto brasileiro: o caminho trilhado pela ALAB. In: NICOLAIDES C. et al. (Orgs.) Política e políticas linguísticas. Campinas: Pontes Editores, 2013. p. 295-305.

RAJAGOPALAN, K. Política linguística: do que se trata, afinal? In: NICOLAIDES, C. et al. (Orgs.) Política e políticas linguísticas. Campinas: Pontes Editores, 2013. p. 9-42.

SPOLSKY, B. A modified and enriched theory of language policy (and management). Language Policy, v. 18, n. 3, p. 323-338, 2018.

SPOLSKY, B. Language Policy. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

STEIN, S. et al. Towards Different Conversations About the Internationalization of Higher Education. Comparative and International Education / Éducation Comparée et Internationale. New York, v. 45, n. 1, p. 1-18, 2016.

SWALES, J. M. English as Tyrannosaurus rex. World Englishes, Oxford, v. 16, n. 3, p. 373-382, 1997.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. Plano de desenvolvimento Institucional 2016-2026. UFSM: Santa Maria, 2016. Disponível em: http://pdi.ufsm.br/images/DocPDI/00-DocumentoPDI-extoBaseCONSU.pdf. Acesso em: 11 nov. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.