Consequências da Covid-19 na educação brasileira: análise discursiva de tweets do movimento “adia Enem”

Joseeldo da Silva Júnior, Ângela Paula Nunes Ferreira, Regina Baracuhy

Resumo


Este artigo visa analisar a hashtag #AdiaEnem em tweets reverberados nesta mídia social, de modo a nos dar elementos para compreender o contexto socioeducacional brasileiro durante o período da pandemia da Covid-19. O referido movimento teve como pauta o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio, cujo calendário foi alterado após o fechamento das escolas públicas, ao seguir as recomendações dos órgãos de saúde. Este artigo se subsidia pelo método arqueogeneológico de Michel Foucault, com análises que possibilitaram-nos inferir o desprezo do governo atual pelos estudantes mais pobres, afetados diretamente pela interrupção das aulas.

Texto completo:

PDF




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.