A (DES)CONSTRUÇÃO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO DO CAMPO: O DIÁLOGO ENTRE O SABER POPULAR E O SABER CIENTÍFICO

Conceição Clarete Xavier Travalha, Leila de Cassia Faria Alves

Resumo


Construída com o protagonismo dos movimentos sociais camponeses, a Educação do Campo se tornou um dos mais importantes mecanismos de transformação social, via educação, desenvolvidos no Brasil nas duas últimas décadas. O diálogo entre os movimentos sociais e a universidade vem permitindo novas formas de se conceber a educação como instrumento de emancipação dos povos do campo. As motivações deste artigo originaram-se de inquietações e preocupações geradas no contexto da formação de professores no âmbito da Educação do Campo. O nosso objetivo foi refletir acerca do diálogo entre a ciência oficial constituída e os saberes populares a partir da descrição de uma prática pedagógica construída numa escola do campo. Os resultados evidenciaram que o diálogo entre esses saberes é algo real nas escolas do campo, possível no universo acadêmico e imprescindível nas diversas esferas que compõem o universo educativo das escolas do campo.

 


Palavras-chave


Educação do Campo;Desconstrução; Práticas Pedagógicas.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil

______.Decreto nº. 7.352/10 – Dispõe Sobre a Política de Educação do Campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA.

CHAUÍ, Marilena. Brasil: mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Editora Fundação Perseu Ábramo, 2012.

CALDART, Roseli Salete. Pedagogia do Movimento Sem Terra. 3ª Edição, São Paulo: Expressão Popular, 2004. p.35.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

MOLINA, Mônica C; SÁ, Laís Mourão; BARBOSA, Anna Izabel Costa. A produção do conhecimento na formação dos educadores do campo. In: Em Aberto, Brasília, v. 24, n. 85, p. 1-177, abr. 2011.

SANTOS, Boaventura de Souza; HISSA, Cássio Eduardo Viana. Transdisciplinaridade e Ecologia dos Saberes. In: Conversações:de artes e de ciências. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

SOUZA, Jessé De. A ralé brasileira: quem é e como vive. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

XAVIER, Conceição Clarete. Educação Matemática e Conflitos Sociais. Tese de Doutorado. Universidade de Campinas: SP. 2004.




DOI: https://doi.org/10.32359/debin2018.v1.n3.p91-118



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.