“BOLIVARIANISMO” ou “CHAVISMO”, EIS A QUESTÃO? PROLEGÔMENOS.

Fernando Guilherme Tenório, Fernando L Parra

Resumo


Na América Latina contemporânea se você deseja prejulgar alguém, ainda que sem fundamento, o denomina de bolivarionista ou chavista. A ignorância neste tipo de juízo de valor preconcebida faz com que muitas vezes os interlocutores se afastem de um possível ameno diálogo. Apesar disso, os autores do presente texto, mesmo correndo o risco de serem alcunhados por meio de alguma expressão pejorativa, assumem a posição de ser necessário nos estudos organizacionais, refletir sobre proposições e práticas descolonizadoras. Ou seja, não é possível acreditar que conhecimentos nomotécnicos, como é o caso da Administração sejam capazes de atender segundo as suas perspectivas universalistas, as especificidades dos diferentes territórios que compõe o Planeta Terra. É disso, sob a forma de ensaio, que pretendemos tratar neste artigo.


Palavras-chave


Colonização. Descolonização, Abya Yala e teoria da possibilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32359/debin2020.v3.n10.p10-36



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.