EU E A SENHORA SABEMOS O QUE É VIVER NA ROÇA, NÉ, VIADO? FOGÃO A LENHA, MACH(AD)OS E CRIANÇAS

Alexsandro Rodrigues, Steferson Zanoni Roseiro

Resumo


Este ensaio fabula narrativas e experimentações de subjetividades e crianças no território rural, problematizando as histórias contadas à beira de fogões a lenha. As crianças dessa escrita desconfiam das boas intenções dos dessas histórias, pressentem ameaças percorrerem a pele. Elas sabem que, na repetição das narrativas, há uma fábrica de herdeiros mach(ad)os. Essas histórias não as atraem. Ainda que portem marcas da força do machado, quebram o cabo do machado e, com os restos, viram e fazem outras coisas. É na fenda, no corte como acontecimento que sacis, lobisomens, iaras e curupiras lhe fazem companhias aventureiras. As explorações nos espaços de sociabilidade no interior permitem as crianças da roça borrar os limites do corpo-gênero-sexo e a força do dispositivo machado. E as crianças o fazem pelo simples fato de que, ali, fazendo caminho por entre matas e à beira do riacho, elas encontram mais possibilidades de liberdade para ocupar e experimentar.

Palavras-chave


roça; crianças; fogão a lenha; machado

Texto completo:

PDF

Referências


FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos XI: genealogia da ética, subjetividades e sexualidade. Trad. Abner Chiquieri. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Trad. Roberto Machado e Angela Loureiro de Souza. 22. ed. Rio de Janeiro: Graal. 2006.

PRECIADO, Beatriz. Manifesto contrassexual. Trad. Maria Paula Gurgel Ribeiro. São Paulo: n-1 edições, 2014.

SÁEZ, Javier; CARRASCOSA, Sejo. Pelo cu: políticas anais. Trad. Rafael Leopoldo. Belo Horizonte: Letramento, 2016.

SCHÉRER, René; HOCQUENGHEM, Guy. Coir: álbum sistemático da infância. Trad. Eder Amaral. Rio de Janeiro: UERJ, 2016.

SILVA, Tomaz Tadeu. Identidades terminais: as transformações na política e na pedagogia. Petrópolis: Vozes, 1996.




DOI: https://doi.org/10.32359/debin2020.v3.n9.p79-95



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.