Análise Crítica dos Estudos de Vulnerabilidade Geomorfológica a Agentes Diversos no Litoral de Pernambuco – Brasil (Critical Analysis of Geomorphological Vulnerability Studies the Agents Differents in Coastline of Pernambuco-Brazil)

Eduardo Paes Barreto

Resumo


O artigo apresenta uma revisão da produção bibliográfica dedicada à vulnerabilidade costeira junto às praias do litoral pernambucano, feita com base em 21 estudos entre relatórios técnicos, artigos, resumos e monografias. Os estudos inventariados foram analisados em termos de: escalas espacial e temporal; agentes; conceitos adotado; abordagem metodológica, grau de formalidade e validação. Os resultados demonstram que ainda existem divergências quanto aos conceitos e abordagens metodológicas, predominando estudos essencialmente qualitativos. Ademais, nem sempre o conceito de vulnerabilidade costeira está explícito. Quanto aos agentes estudados, predominam a erosão costeira e o aumento do nível do mar. O litoral médio do estado é o setor mais estudado sob o ponto de vista da vulnerabilidade geomorfológica, predominando estudos de abrangência local. Algumas limitações se referem ao baixo grau de formalidade dos estudos, à não inclusão da dimensão temporal e à falta de uma metodologia de validação dos estudos, o que deve ser aprimorado com o aumento do volume de estudos dedicados à temática. Os estudos realizados até então representam uma tentativa inicial de se conhecer e predizer o comportamento dos ambientes praiais do litoral pernambucano frente à sua dinâmica, existindo ainda praias nunca analisadas sob este aspecto. A perspectiva é de que o conhecimento sobre o assunto se avolume consideravelmente, especialmente diante dos inúmeros problemas que a erosão costeira tem acarretado junto ao litoral do estado. Os produtos assim gerados servirão para orientar ações de gestão preventiva e corretiva. 

 

A B S T R A C T

The article presents a review about the bibliographical production dedicated to the coastal vulnerability next the beaches of Pernambuco, based on 21 studies, among which we have technical reports, articles, summaries and research papers. The studies were analyzed in terms of spatial and temporal scales; agents; adopted concept; methodological approach; formality and validation. Results demonstrated that there are divergences as to the concepts and methodological approaches, with essentially qualitative studies still predominating. Furthermore, the concept of coastal vulnerability is not always explicit. As to the agents analyzed, coastal erosion and sea level rise still predominate. The middle coast of the state is the most studied in terms of geomorphological vulnerability, predominantly with local studies. Some limitations refer to the low degree of formality of studies, to the non-inclusion of a temporal dimension and to the lack of a validation methodology of studies, something that should be enhanced with an increase of studies dedicated to the theme. Studies done until then represent an initial attempt of knowing and predicting the beach environmental behavior of Pernambuco’s coast, in front of its dynamics, with some beaches that were never analyzed under this aspect.  Expectations are upon a considerable rising of the subject, especially due to the countless problems that coastal erosion has been causing to the state coast. Results, derived from this increasing, shall guide preventive and corrective management actions.

Keywords: vulnerability, coastal management, coastal geomorphology, sandy beaches

 

 


Palavras-chave


vulnerabilidade, gestão costeira, geomorfologia costeira, praias arenosas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.6.p1028-1043



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License